Metal Cover Day: Chine tocando Prodigy

Hoje temos um #MetalCoverDay em memória de um grande vocalista de uma banda que mistura rock com música sintética e “cyberizada” e se tornou febre em todo o globo dentro de seu gênero. Estamos falando de Keith Flint, líder do Prodigy. Após desfrutar de anos de sucesso em rádios e na MTV e ter se tornado referência para muitas outras bandas, o Prodigy sofreu um baque insuperável: Keith Flint, rosto mais conhecido da banda, foi encontrado morto em sua casa em 2019, aos 49 anos.

Daqui a uma semana, a morte de Flint completa 2 anos. Para homenagear o talentoso e polêmico músico, o Imprensa do Rock traz a público hoje uma versão muito mais rock e bem menos eletrônica de “Breathe“, uma das músicas mais conhecidas do Prodigy – e que ajudou o grupo a alcançar o patamar de sucesso mundial.

A banda responsável pela versão de “Breathe” que você vai conhecer hoje é o Chine, grupo sueco de death metal criado em 2005 pelo guitarrista Andreas Weis e pelo baterista Jesper Sunnhagen. Quando lançou em 2009 seu primeiro EP, “Repulsive Sonatas”, o som do Chine se mostrava um metal técnico e agressivo, enriquecido com harmonias sombrias. Com os lançamentos posteriores, “Betray Your Own Kind” (2012) e “Immanent” (2015), a banda foi elogiada pelo público e especialistas por seu som único, orgânico e repleto de energia.

Agora, fique com nossa singela homenagem a Keith Flint e sinta o peso da versão do Chine pra “Breathe”. Mais abaixo, relembre a versão original da música, com o saudoso Klint nos vocais.

 

Versão original, do Prodigy:

 

Avatar
Últimos posts por Piero Paglarin (exibir todos)
Avatar

Piero Paglarin

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Redator do blog Sobreviva em São Paulo. Ouvinte assíduo de hardcore e música jamaicana.