Últimas notícias

Entrevista - Evil Sense

 


- Guilherme, começo agradecendo a sua gentileza em nos atender. Neste primeiro momento, não quero lhe perguntar nada, apenas te parabenizar pelo excelente lançamento do álbum “Drink from Hell”...

Resposta: Em nome do EVIL SENSE, agradeço pelas palavras e pela reciprocidade do público para com o nosso novo play.

- Fico imaginando o quão louco deve ser estar com vocês em estúdio. Dá pra descrever como vocês trabalham na composição deste tipo de música?

Resposta: Sei que pode parecer um pouco redundante, porém nós construímos uma amizade e irmandade tão forte que toda criação e processo de lançamento foi leve. Partilhamos ideias, críticas e pensamentos, seja em ensaio ou virtualmente, e aos poucos adequamos tudo o que foi pensado para o jeito EVIL SENSE.

- Eu comecei a apreciar o álbum, após várias tentativas. Você tem recebido este tipo de comentário de outras pessoas? Fãs e jornalistas?

Resposta: Somos agradecidos pelo público por tantos feedbacks positivos. Claro que não podemos agradar todos e isso faz parte, o underground brasileiro tem tantas bandas incríveis que a régua fica lá em cima, mas somos felizes inclusive quando recebemos crítica pois nela que evoluímos.

- “Drink from Hell” recebeu uma modesta prensagem em CD. Agora que vocês estão com uma grande gravadora, a MS Metal, podemos esperar por novos lançamentos?

Resposta: Foram produzidos 1000 cópias, já disponível no mercado, o que tratando-se de underground em um país subdesenvolvido, em nossa humilde visão, não é um número pequeno. De qualquer forma, sem dúvidas estamos abertos à produção em massa e quiçá produção de LP.

- As letras do material são em inglês. Eu amei a ideia, até porque amo a língua inglesa. Como tem sido a aceitação das pessoas dentro desta esfera? Estão apoiando ou pedem composições em português?

Resposta: Pela razão que não conseguimos explicar, temos uma maior facilidade de composição em inglês do que em português (risos). Mas não descartamos de forma alguma um álbum em português, pois o público nacional é o que queremos atingir e se o público pedir, assim o faremos.

- Como está ocorrendo o processo de promoção do álbum? Já estão rolando muitos shows?

Resposta: Estamos com uma agenda de show e lançamento de vídeo clipe mas sem dúvidas queremos ir além. Nossa ideia é fazer uma tour no nordeste brasileiro para divulgar o CD ainda este ano.

- A capa do CD, e ela ficou incrível. Qual seria a mensagem que ela carrega?? Pode nos soltar essa informação (risos)?

Resposta: Nossa capa foi feita pelo grande Thiago Boller, da FUG Design, que captou de forma brilhante nossa ideia. Nossa capa foi pensada para o título do álbum, DRINK FROM HELL, onde um trabalhador cansado do seu cotidiano, vai em um bar ouvir um som e acaba tomando a bebida do inferno, fazendo com que tudo em sua volta fique alucinante.

- Existem Planos para a produção de um videoclipe? Se sim, a quantas anda o processo?

Resposta: Finalizamos a gravação do vídeo clipe esta semana, com premiére dia 02 de agosto no The Metal Bar em São Paulo. Vídeo clipe produzido pela Starship Vídeos, do grande Maycon Avelino. Estamos bem ansiosos pelo resultado final! Aproveitamos e convidamos a todos para a Premiére. Não há custo de entrada, apenas o que consumir.

- Sempre pergunto isso para os músicos aqui na Imprensa do Rock: se eu chegar em sua casa de surpresa, o que eu encontraria na playlist do seu celular? O que você anda ouvindo ultimamente?

Resposta: Eu, Guilherme, particularmente gosto de ouvir além de tudo o que engloba o Rock, música clássica. A calmaria dentro do caos faz minha mente ir de 0-100 muito rápido, inclusive no processo de composição e criação. Chopin e Tchaikovsky são exemplos do que escuto semanalmente.

- Planos para o futuro? Temos? Agora as considerações finais são contigo...  

Resposta: Lançamento do clipe, tour pelo Brasil e América Latina de forma geral são sem dúvidas nosso plano a curto e médio prazo. Nosso processo de criação para próximo álbum também está a vista, obviamente algo que tomará 12-20 meses, mas também temos o objetivo traçado. Assim como sempre foi feito desde o momento que o Evil Sense foi criado, buscamos construir uma histórica sólida e rica em parceria, amizade e respeito, para que tenhamos o que contar aos nossos netos em um futuro distante. Agradecemos a todos por todo apoio ao longo desses 20 anos de estrada. Nós vamos por mais, sempre por mais!

Nenhum comentário