Você conhece o Viking Metal?

Não é de hoje que bandas colocam em seus temas histórias dos deuses escandinavos, seus costumes, batalhas e modo de agir.

Meados dos anos oitenta já ouvíamos suas melodías.

E indo mais distante cito a linda “Imigrante Song “do Led Zeppelin.

Mas o que seria essa temática?

Texto: Jani Santana

Viking metal é um sub-gênero do folk metal e black metal com influências da cultura e da mitologia nórdica. Traz em sua música menções a era Viking e as conquistas épicas. Além do tema, incluímos a parte artístico-visual, com suas longas cabeleiras, barbas fartas , braceletes de couro com inscrições rúnicas e os famosos drink horns (chifres para beber).

Esse tratamento artístico-visual relacionado a temática viking,  pode ser observado nos clipes das bandas, nas artes das capas dos CDs e também no vestuário utilizado em suas performances.

A sonoridade do estilo segue o padrão dos vários sub-gêneros do heavy metal, cantado basicamente em inglês. Mas também no idioma dos países nórdicos de origem. Utilizam, também instrumentos típicos do old norse (nórdico antigo), assim como algumas estruturas musicais que são características da música folclórica nórdica.

O vocal pode ser limpo, gutural, grave ou agudo, o que vai depender do sub-gênero do heavy metal que está sendo seguido, e que varia de banda para banda. E há as que tem mais de um vocal fazendo duetos ou cantando juntos conforme a proposta da banda, como a Enslaved (Noruega) onde o baixista e o tecladista fazem um dueto entre o gutural e o limpo. E o Heidevolk (Holanda) com os dois vocalistas cantando juntos com vocais grave e limpo.

Algo que caracteriza o Viking Metal além do vocal gutural/rasgado é o “blast beats” (técnica de bateria acelerada adquirida do black metal, mas que são menos freqüentes, fazendo com que o som chegue a ser épico em certos momentos), mas não são todas as bandas que incorporam estes traços a sua sonoridade.

As temáticas abordadas, fazem referências às sagas vikings, batalhas, guerreiros, crenças, costumes, religiões, mitologia, literatura, e até mesmo à bebidas, clima e geografia local.

O  Viking Metal surgiu no final da década de 1980 até meados da década de 1990 como uma rejeição ao satanismo e do oculto, em vez disso abraçando o tema  viking e o paganismo, como líderes de oposição ao cristianismo. É semelhante, em letras, som e imagens temáticas, ao Pagan Metal, este tem  um foco mitológico mais amplo e usa a instrumentação folk mais extensa.

folk-metal-pagan-metal-viking-metal-epic-metal

A maioria das bandas de Viking  Metal são originárias dos países nórdicos e quase todas as bandas afirmam que seus membros descende, direta ou indiretamente, dos Vikings.

Embora artistas como Led Zeppelin, Yngwie Malmsteen, Heavy Load e Manowar tenham tratado anteriormente os temas Viking,  a Bathory da Suécia,  (passando por mudanças ao fim da década de 80, começo de 90) é geralmente creditada com o pioneirismo do estilo com seus álbuns Blood Fire Death (1988) e Hammerheart (1990), lançando um interesse renovado na Era Viking entre músicos de heavy metal.

Enslaved seguiu essa crescente tendência viking com Hordanes Land (1993) e Vikingligr Veldi (1994). Burzum, Einherjer e Helheim, entre outros, ajudaram a desenvolver o gênero no início da metade dos anos 90.

Através do trabalho de artistas como o projeto alemão Falkenbach, o Viking Metal logo se espalhou dos países nórdicos para outras nações com a história viking ou uma herança germânica ainda mais ampla, e desde então tem influenciado músicos em todo o mundo.

As bandas  de death metal Unleashed e Amon Amarth, que surgiram no início da década de 1990, também adotaram temas Viking, ampliando o estilo de sua principal origem de Black Metal.

amon_amarth1-e1396138803932 ARKONA1

Resumindo Viking Metal é um subgênero de fusão do Metal vindo do Black Metal cujas letras tratam da mitologia viking e são cantadas em línguas nórdicas. O estilo também se diferencia pelo uso de instrumentos como violino, flauta, teclado e instrumentos típicos da cultura nórdica.

Considero que possuí “avô”, “pai” e um “irmão”:

O avô – Black Metal.

O pai – Folk Metal (estilo mais alegre e festivo, fruto da união da música folclórica escandinava com o metal).

O irmão – o Pagan Metal (descendente do black metal, com letras falando dos deuses pagãoes).

Algumas das bandas da atualidade:

MANEGARM, da Suécia, estarão aquí no Brasil, para 3 shows no final de Abril, começo de Maio, tocando no renomado festival dessa temática o THORHAMMERFEST

HEIDEVOLK, Países Baixos, tocaram aqui, em São Paulo,  em 2016, no ODIN´S KRIEGER FESTIVAL

TURISAS, da Finlândia.

ENSIFERUM, da Finlândia

ENSLAVED, da Noruega.

Tocando o tema do Led Zeppelin, Imigrant Song

Paula Alecio

Diretora, redatora e Apresentadora do Unimetal em Imprensa do Rock
Paula Alecio