Premiata Forneria Marconi (PFM) @ São Paulo/SP (19/04/2018)

Uma noite intimista com o prog da Premiata Forneria Marconi.

Nessa quinta, fomos presenteados com o Supra Sumo do Progressivo Italiano, o som da PFM, como são conhecidos os sensacionais músicos da Premiata Forneria Marconi.

O Espaço das Américas foi preparado para acolher ao público e aos músicos em uma noite mágica e agradável. Mesas distribuídas em duas alas, nos proporcionou aconchego e boa visão do espetáculo.

PFM - Premiata Forneria Marconi em São Paulo, 19-04-2018 no Espaço das Américas
PFM – Premiata Forneria Marconi – Foto: Jair G. Silva

As 22:10 sobem ao palco, o vocalista/ baterista e fundador da banda, Franz Di Cioccio, nos cumprimenta e agradece em inglês, nos deixando atento para a primeira música.
Começam com a “We’re Not an Island” (“Il Regno”), do último albúm Emotional Tatoo, melodia suave, gentil, quase uma entrega afetuosa.

 

PFM - Premiata Forneria Marconi em São Paulo, 19-04-2018 no Espaço das Américas
PFM – Premiata Forneria Marconi – Foto: Jair G. Silva

Em um palco grande, confortável, acústica impecável, mandam a “Four Holes in the Ground”, música do álbum The World Became the World, de 1974; música evolutiva, boa parte instrumental e com uma linda combinação dos sintetizadores e contra baixo bem pronunciado.
Seguindo veio “Photos of Ghosts”, do álbum homônimo de 1973, continuando com a , do mesmo álbum, “Il banchetto”, bem recebida pela galera que cantou junto.

 

PFM - Premiata Forneria Marconi em São Paulo, 19-04-2018 no Espaço das Américas
PFM – Premiata Forneria Marconi – Foto: Jair G. Silva

Nesse ponto estávamos mais empolgados e aplausos em pé foram feitos ao final de cada canção.

 

 

PFM é um conjunto com músicos exímios, cada instrumento é tocado com maestria e som bem definido; o show foi caracterizado por mudanças de rumo, incluindo sintetizadores, arranjos orquestrais, passagens guiadas pela guitarra e baladas precisas.
Seguimos com a balada, “Dove… quando…”, quase angelical, transmitindo paz, serenidade.

 

O concerto e ritmo crescem, a bateria idem, o acorde é preciso, e certamente o fã atento ouviu lindas melodias nas partículas de ar, pura poesia; uma propriedade quântica da matéria, uma atração entre todos os indivíduos, mesmo nas distâncias interestelar.
Numa fusão de sentimentos   o concerto crescia a cada nota.
A cada canção, aplausos e silêncio do público nos momentos certos.

PFM - Premiata Forneria Marconi em São Paulo, 19-04-2018 no Espaço das Américas
PFM – Premiata Forneria Marconi – Foto: Jair G. Silva

 

 

Além de suas composições executaram versões para as peças clássicas do compositor Russo Sergei Sergeyevich Prokofiev, – “Romeu e Julieta – A dança dos cavalheiros” e do grande Rossini, “Guillaume Tell Ouverture”, isso mesmo o tema da série “O Cavaleiro Solitário”!

PFM - Premiata Forneria Marconi em São Paulo, 19-04-2018 no Espaço das Américas
PFM – Premiata Forneria Marconi – Foto: Jair G. Silva
PFM - Premiata Forneria Marconi em São Paulo, 19-04-2018 no Espaço das Américas
PFM – Premiata Forneria Marconi – Foto: Jair G. Silva

 

 

Para o final escolheram “Celebration”, por que sim, “é festa”- vamos celebrar a música, a vida.

 

 

O PFM continua indo à lugares infindos , com sons renovados, trazendo à tona a emoção tatuada na pele

.

 

PFM – Premiata Forneria Marconi – Foto: Jair G. Silva

 

PFM !
Alessandro Scaglione: Teclados e piano
Lucio Fabbri: Violino
Patrick Djivas: Baixo
Franz Di Cioccio: Voz e bateria
Marco Sfogli: Guitarras
Roberto Gualdi: Bateria
Alberto Bravin: Teclados e voz

Setlist
1-We’re Not An Island
2-Four Holes in the Ground
3-Photos of Ghosts
4-Il banchetto
5-Dove… quando…
6-La carrozza di Hans
7-Impressioni di Settembre
8-La lezione
9-La danza degli specchi
10-Freedom Square
11-Promenade the Puzzle
12-Harlequin
13-Romeo e Giulietta: Danza dei cavalieri
(Sergei Sergeyevich Prokofiev cover)
14-Mr. 9 Till 5
15-Guillaume Tell Ouverture
(Gioachino Rossini cover)
Encore
16.Celebration