Symphony X @ Tropical Butantã – São Paulo/SP (03/08/2019)

Nem parecia que faziam 3 anos que o Symphony X não visitava o Brasil para um show, mas a sensacional banda americana de metal progressivo regressou em solo paulista no Tropical Butantã no começo de agosto para divulgar a turnê “Odissey Through the Underworld”.

Para iniciar os trabalhos, a banda de Bebedouro (SP) VersOver foi encarregada de abrir para a consagrada trupe liderada por Russell Allen e em pouco mais de 30 minutos fizeram um show bem redondo e coeso do começo ao fim.

Eis que a música erudita de fundo já indicava que era hora do Symphony X entrar ao palco e desfilar toda a técnica já conhecida, inclusive o guitarrista Michael Romeo, que é sempre um show a parte.

A primeira música foi a bem pesada “Iconoclast”, faixa título do álbum de 2011 e depois de uma introdução bem poderosa veio a potente voz de Allen, onde mostrou o que leva a ser um dos melhores da atualidade.

Mesmo sofrendo de problemas estomacais e com muito isotônico ao lado da bateria, ele conseguiu cantar da mesma maneira, tanto na parte melódica, quanto na rasgada em que requer mais energia a cada estrofe.

Lembro bem que em 2016, o público pediu muito “Evolution” e Romeo até dedilhou um pouco, mas desta vez foi executada por completa e quem esteve presente cantou junto gerando todo aquele clima épico.

Russell sempre muito carismático interagiu o show todo e já deixou engatilhado que viria uma música bem manjada do repertório e que não pode faltar, senão fã reclama: “Serpent’s Kiss”.

As 3 músicas seguintes foram do último álbum lançado pelo Symphony X, “Underworld”: “Nevermore”, do qual adoro o refrão e a voz bem melódica de Russell casou bem com o riff rápido de Romeo; logo foi a balada “Without You”, onde vemos o vocalista mostrando toda a sua maestria para emocionar boa parte da plateia e a ótima “Run With the Devil”, que considero a minha preferida para fechar.

Outras 2 músicas não podem faltar no setlist da banda, senão vira quase uma vaia: “Sea of Lies” e “Set the World of Fire”. Gosto bastante destas faixas, mas não ficaria triste se deixassem de tocá-las.

Sim, o show estava bem curto e não tocaram “Domination”, que foi executada nos shows anteriores da turnê e pronto já foram para o bis.

Este que vos escreve virou um grande admirador do Symphony X, por causa da épica e longa “The Odyssey”, que possui “somente” 25 minutos de duração e felizmente desta vez, eles tocaram e só a introdução já valeu o show.

A banda como de se esperar destruiu no bom sentido todas as passagens que a música possui para fechar em grande estilo o setlist bem curto, com apenas 9 músicas e 1h30 de duração.

Agora é esperar para uma nova turnê e quem sabe de álbum novo.

Setlist:

1. Iconoclast
2. Evolution
3. Serpent’s Kiss
4. Nevermore
5. Without You
6. Run With the Devil
7. Sea of Lies
8. Set the World on Fire

Encore:

9. The Odyssey

Line-up:

Russell Allen – Vocal
Michael Romeo – Guitarra
Michael LePond – Baixo
Michael Pinella – Teclado
Jason Rullo – Bateria

Texto: Alessandro Rossi

Giancarlo Rossi

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Cursando Rádio e TV. Escuta todas as vertentes do Rock e do Metal. E Adora Cinema.
Giancarlo Rossi
Avatar

Giancarlo Rossi

Cursando Rádio e TV. Escuta todas as vertentes do Rock e do Metal. E Adora Cinema.