Saxon @ Tropical Butantã – São Paulo/SP (16/03/2019)

Com uma extensa turnê pela América Latina divulgando seu último disco de estúdio “Thunderbolt”, 22º álbum de sua carreira e lançado em 2018, SAXON retornou ao Brasil para três apresentações, nas cidades de Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, foram justamente os três últimos shows da turnê dos ingleses e marquei presença no Tropical Butantã em São Paulo. Formado em 1976, atualmente é composto pelos integrantes da formação original Biff Byford (vocal) e Paul Quinn (guitarra), completado por Nibbs Carter (baixo), Nigel Glockler (bateria) e Doug Scarratt (guitarra) e nesse show, nos apresentaram um monstruoso repertório contendo as músicas do “Thunderbolt” e claro, seus grandes clássicos que marcaram sua enorme carreira.

Uncle Trucker

Os responsáveis pela abertura foi o Uncle Trucker. Formada em 2000, integram no grupo Daniel Aleixo (vocais), Ricardo Prazeres (guitarra), Davi Ferreira (guitarra), Rafael Rosa (baixo) e J. Galvani (bateria) e no momento, possuem dois álbuns de estúdio “Hard Devotion” (2008) e “Rockhology” (2015) e estão prestes a lançar o terceiro, intitulado “Third Rock From the Roll”.

O repertório foi composto pelas músicas de seus discos, mais algumas novas e covers. Sendo assim, do “Hard Devotion” executaram “Shake and Fall”, “Blind Devotion” e “Rat Trap”, do “Rockhology” tocaram “Walls Come Falling Down” e “Rock and Roll Everyday”, do mais recente trabalho que está para sair “Third Rock From the Roll”, foram “Fly Away” e “Dismissive” e os covers executados foram “Dr. Feelgood” do Mötley Crüe, “Metal Health (Bang Your Head)” do Quiet Riot e “Poison” do Alice Cooper.

Um hard rock prazeroso e gostoso de escutar, vocais agradáveis, bons riffs e bons solos de guitarra, refrões atraentes, integrantes capacitados, cada composição executada foi excelente. Mesmo a banda ser bem competente em cima do palco, infelizmente, não foi muito bem recepcionada e nem empolgou a galera presente, com exceção aos covers executados, que o público até que se divertiu um pouco. Sinceramente falando, curti a banda, fazem um som muito bom e realizaram uma boa apresentação.

Setlist:

1. Shake and Fall
2. Walls Come Falling Down
3. Blind Devotion
4. Rock and Roll Everyday
5. Dr. Feelgood (Mötley Crüe cover)
6. Rat Trap
7. Fly Away
8. Dismissive
9. Metal Health (Bang Your Head) (Quiet Riot cover)
10. Poison (Alice Cooper cover)

Line-up:

Daniel Aleixo – Vocais
Ricardo Prazeres – Guitarra
Davi Ferreira – Guitarra
Rafael Rosa – Baixo
J. Galvani – Bateria

Saxon

Chegou a hora do SAXON. Tropical Butantã lotado, a instrumental “Olympus Rising” foi tocada pelas caixas de som, faixa que abre o “Thunderbolt” e rapidamente, o quinteto sobe ao palco e mandam justamente a faixa-título do disco, já empolgando a galera com seu ótimo refrão, seus excelentes solos de guitarra, os vocais potentes do Biff, e logo vir, “Sacrifice” do álbum homônimo de 2013 e depois, a clássica “Wheels of Steel” veio na sequência, composição fascinante e marcante, e por falar nisso, para registrar esse momento, o Biff pegou seu celular e filmou a galera vibrando e cantando os refrões durante a execução, mostrando sua a grande felicidade.

Logo, a excelente “Strong Arm of the Law” foi tocada e após, o Biff fez uma breve interação com o público e apanhou um colete jeans cheio de patches de bandas de um fã da plateia, vestiu e prosseguiu o show com “Denim and Leather”. Já que o Biff vestiu o colete de um fã, ele apanhou mais três coletes jeans que a galera entregou, vestiu o Paul, Doug e o Nibbs e executaram “Battering Ram”. O Biff, Paul e Doug retiram os coletes e devolvem aos respectivos donos, ao mesmo tempo, um fã sobe ao palco, mostra sua tatuagem do SAXON ao Biff e se abraçam, gerando aplausos do público.

O Byford disse que executarão algumas músicas do primeiro álbum de estúdio “Saxon” de 1979, vieram as duas primeiras faixas “Rainbow Theme” e “Frozen Rainbow”, pode-se dizer que é basicamente uma mesma música pelo fato delas se interligarem e sendo até uma continuação da outra, e “Backs to the Wall”. Nesse tempo também, o Nibbs retira o colete e devolve ao dono. Em homenagem ao Motörhead, Biff anuncia “They Played Rock and Roll” do “Thunderbolt” e depois, “Power and the Glory”.

Agradecimento do Biff em português e foi a vez de tocarem “Dogs of War” do álbum homônimo de 1995, após, o Byford pronuncia o nome de quatro músicas, “Hungry Years”, “Ride Like the Wind”, “Motorcycle Man” e “Solid Ball of Rock”, e pede para o público escolher qual será a próxima a ser executada. O vocalista anunciou novamente cada uma e pelas vibrações do público, mandaram “Solid Ball of Rock”, ao decorrer da execução, o Biff realizou alguns cantos para o público repetir e ele novamente, pegou seu celular para filmar aquele momento, e o cover do Christopher Cross “Ride Like the Wind”, regravado no álbum “Destiny” de 1988, foi extremamente prazeroso admirar o público cantando os trechos da música.

O clássico indiscutível “747 (Strangers in the Night)” do “Wheels of Steel” (1980) foi tocada, aqueles magníficos refrões, as guitarras muito bem desempenhadas, um verdadeiro espetáculo. Continuando, vieram “And the Bands Played On” do “Denim and Leather” (1981), “To Hell and Back Again” e “Dallas 1 PM”, ambas do “Strong Arm of the Law” (1980) e a sensacional “Crusader” do álbum homônimo de 1984. Na hora do bis, mandaram uma sequência excepcional de grandes hits: “Heavy Metal Thunder”, “Never Surrender”, “Motorcycle Man” e para finalizar a apresentação, “Princess of the Night”. Aos gritos de “Olê olê olê olê, Saxon, Saxon…” vindas do público, o quinteto, extremamente felizes, agradecem aos presentes e se retiram do palco bastante ovacionados.

Graças a um digno talento que a banda possui, foi impressionante o desempenho de cada integrante em palco, e o repertório foi executado impecavelmente. O carismático vocalista Biff Byford com sua voz intacta e poderosa, agradou a todos os presentes com seus magníficos vocais e sua grande simpatia foi algo completamente notável, graças as suas boas interações com o público, o baixista Nibbs Carter extremamente agitado, bangeando o tempo todo e ajudando nos backing vocals, os guitarristas Paul Quinn e Doug Scarratt sempre bastante excepcionais com seus riffs incríveis e nos ótimos solos, e o baterista Nigel Glockler, habilidoso e competente em sua performance.

Em seu último show da turnê pela América Latina, SAXON realizou uma apresentação fantástica em São Paulo. Em aproximadamente duas horas de show, o quinteto nos alegrou do começo ao fim, cada minuto foi de um prazer imenso, devido a uma excelente presença de palco, um setlist extraordinário, um grande carisma, certamente, esse show ficará guardado na memória de quem presenciou e agora, esperamos o retorno da banda ao país e mais trabalhos pela frente.

Setlist:

1. Thunderbolt
2. Sacrifice
3. Wheels of Steel
4. Strong Arm of the Law
5. Denim and Leather
6. Battering Ram
7. Rainbow Theme
8. Frozen Rainbow
9. Backs to the Wall
10. They Played Rock and Roll
11. Power and the Glory
12. Dogs of War
13. Solid Ball of Rock
14. Ride Like the Wind (Christopher Cross cover)
15. 747 (Strangers in the Night)
16. And the Bands Played On
17. To Hell and Back Again
18. Dallas 1 PM
19. Crusader

Encore:

20. Heavy Metal Thunder
21. Never Surrender
22. Motorcycle Man
23. Princess of the Night

Line-up:

Biff Byford – Vocal
Paul Quinn – Guitarra
Nibbs Carter – Baixo
Doug Scarratt – Guitarra
Nigel Glockler – Bateria

Fotos: Leandro Almeida

Giancarlo Rossi

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Cursando Rádio e TV. Escuta todas as vertentes do Rock e do Metal. E Adora Cinema.
Giancarlo Rossi
Avatar

Giancarlo Rossi

Cursando Rádio e TV. Escuta todas as vertentes do Rock e do Metal. E Adora Cinema.