Rock independente gaúcho incendeia a 3ª edição do São Hell Rock City

Rock independente gaúcho incendeia a 3ª edição do São Hell Rock City

São Hell Rock City
Rock independente

A chama do rock mantém-se acesa! O Vale dos Sinos vai incendiar com toda a potência do melhor do underground gaúcho da atualidade com a 3ª edição do São Hell Rock City, na Embaixada do Rock, em São Leopoldo (RS).

Tudo acontece no dia 26 de maio, a partir das 19h com 10 bandas. A produção é da Vedita Productions. Ingressos no local ou antecipado com as bandas a R$ 10.

As atrações são:

Discrença (D-Beat/Raw Punk – Esteio);

Eduardo Branca (Rock’n’Roll – Porto Alegre);

Eletroacordes (Rock – Porto Alegre);

Mephistor (Heavy Metal – São Leopoldo);

Os Carniça (Punk Rock – Canoas);  

Punkzilla (Punk Rock – Porto Alegre);

Ripping My Soul (Trash Metal – Porto Alegre);

Sangria Desatada (Hard Rock – Porto Alegre);

Visagge (Punk Rock – Canoas); e Year Zero (Tributo ao Ghost/Doom Metal -Portão).

Serão horas ininterruptas e de intensidade da produção da cena independente da região, com apresentação de 30 minutos para cada banda, promovendo a união entre os estilos e mantendo vivo o underground. A efervescência dos festivais locais na Embaixada do Rock e arredores credencia também o São Hell como um dos mais representativos neste último ano.

O sucesso das duas edições anteriores sustentam a realização do atual encontro underground. Para o produtor da Vedita, Robson Elias Vaz, o apoio, as parcerias e adesão de bandas e artistas de outros municípios revelam o movimento em torno da valorização da música em suas mais variadas vertentes.  “A cena independente da região e Capital concentra todos os estilos – hard core, punk rock, rock’n’roll, blues, heavy metal, trash metal, etc. – em uma amostragem para todos os gostos”, aponta.

A Embaixada do Rock fica na Rua Presidente Roosevelt, nº 806, Centro, São Leopoldo (RS). Cobertura do evento por conta da Metal Despacho. Saiba mais do evento pelo link goo.gl/mAURQM

Nós da Rede

Anderson Severo

Agitador Cultural em Sub_Discos
Comecei a ouvir Rock N'Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence.Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo.
Até que quis montar minha própria banda.
No decorrer da caminhada passei por projetos como:
2000 - Resistência Aflita
2004 - Kaos Eminente
2006 - Estado Crítico
2014 - Insulto Verbal
2015 - Atualmente faço parte dos Projetos
Capa Preta e Exclusão Social.
Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.
Nós da Rede

Últimos posts por Anderson Severo (exibir todos)

Anderson Severo

Comecei a ouvir Rock N' Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence. Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo. Até que quis montar minha própria banda. No decorrer da caminhada passei por projetos como: 2000 - Resistência Aflita 2004 - Kaos Eminente 2006 - Estado Crítico 2014 - Insulto Verbal 2015 - Atualmente faço parte dos Projetos Capa Preta e Exclusão Social. Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.