Rick Astley: pela primeira vez no Brasil, músico se mostrou carismático em SP

Sexta feira, 11 de abril. Chegando por volta das 21h30 no HSBC Brasil já era possível ouvir a festa da Rádio Energia 97, que anualmente traz artistas consagrados do mundo da música que fizeram sucesso nas rádios entre as décadas passadas. Nesta edição, trouxeram pela primeira vez ao Brasil, Rick Astley, que estaria se apresentando por volta das 1h da manhã.

Quem chegava na casa, no comecinho da festa, podia ver o HSBC enchendo aos poucos, os grupinhos de pessoas que se formavam, alguns fãs que esnobavam energia dançando constantemente, sem parar, e era possível notar também que, eram poucos os jovens que estavam curtindo a festa. O restante, possuía 30 anos pra mais.

1

Foto por: Gil Oliveira // © Todos os direitos reservados.

Era bacana se entrosar com alguns deles. Eu por exemplo, estava conhecendo o ritmo POP DANCE. Sempre ouvia, de vez em quando com minha mãe nas rádios, nos sábados de manhã, ao ligar no último volume enquanto estava dormindo. Rick Astley, BEE GEES, ABBA, e tantos outros que particularmente adoro.

Ao me ver pedindo pra que me ensinassem a dançar, algumas pessoas sorriam sem querer por causa da minha idade. Tendo em vista os 21 anos de idade e, aparentando os 18 até mesmo 17, comentavam sobre isso, achando legal da atitude e da mente aberta.

2

Foto por: Gil Oliveira // © Todos os direitos reservados.

Os DJ’s estavam a todo momento agitando o público presente, alguns remixes que faziam chegando a misturar músicas de artistas consagrados como Queen, Janis Joplin e The Eagles.

Por fim, faltando uns 20 minutos pra uma da manhã, a introdução pouco chamativa para a entrada de Rick Astley ficou por conta da trilha sonora, composta por John Willians para o filme “Super-Homem“.

Não precisava nem que o Rick dissesse uma palavra, os gritos das fãs histéricas era o ápice para anunciar que o músico estava se aproximando, com seu terno escuro, o topete bem arrumado, e a cara de felicidade ao ver o HSBC Brasil, simplesmente lotado, fez com que o final da noite de sexta-feira e o comecinho do sábado fossem especiais para muitos presentes.

3

Foto por: Gil Oliveira // © Todos os direitos reservados.

O primeiro hit da noite, ficou por conta de “Together Forever“, que sem deixar esfriar os ânimos numa tacada só, levou o público a diversas nostalgias como “It Would Take a Strong Strong Man“, “When I Fall in Love” (cover de Jeri Shoutern) e “Take Me to Your Heart“. Em certos pontos, Rick Astley, falava diversas coisas com o público. Desde anunciando que tocaria diversas canções recentes para os fãs mais novos presentes, e alguns hits clássicos para os fãs mais velhos.

Para acompanhar o show que durou cerca de 2 horas, o músico tocou algumas baladas como “Hold Me In Your Arms“, “My Arms Keep Mising You“, “Cry for Help“, dois covers seguidos da banda “The Temptations” ficando por conta de “Ain’t Too Proud to Beg” e “My Girl“. E pra finalizar com o encore, “Get Lucky“, essa que ficou sendo uma homenagem para a dupla eletrônica “Daft Punk“.

4

Foto por: Gil Oliveira // © Todos os direitos reservados.

5

Foto por: Gil Oliveira // © Todos os direitos reservados.

Em um certo momento do show, Rick Astley, chama uma sortuda fã ao qual o mesmo perguntou se ela conhecia todas as músicas de cor e salteado, ao dizer sim, com um leve sorriso, o músico a convida para cantar algumas de suas composições. Ao final, recebeu um merecido abraço e uma singela pegada na bunda na frente de todo mundo.

No cover de “Highway To Hell” da banda AC/DC, o músico assumiu a posição de baterista/vocalista. Isso porque, no início da sua carreira, Rick Astley era baterista da banda de Soul Music “FBI“. Isso, até ser descoberto pelo produtor Peter Waterman.

7

Foto por: Gil Oliveira // © Todos os direitos reservados.

9

Foto por: Gil Oliveira // © Todos os direitos reservados.

14

Foto por: Gil Oliveira // © Todos os direitos reservados.

Pra finalizar a incrível noite, e chegando a marca das três da manhã, “Whenever You Need Somebody” e “Never Gonna Give You Up”, clássicos absolutos entre os jovens e os mais velhos, pra finalizar a bela noite no HSBC Brasil. Os fãs estavam extasiados. Eu também estava. Creio que se alguma alma presente ficou decepcionado com o show, não sei qual motivo estava procurando.

15

Foto por: Gil Oliveira // © Todos os direitos reservados.

Conheci o Rick Astley junto do meme que invadiu a internet alguns anos atrás, chamado de “Rickrolling“, assim que falsas notícias de alguma música/jogo/filme eram anunciadas. O leitor ao clicar no link para ser redirecionado ao vídeo, caia justamente no single “Never Gonna Give You Up“. Desde então, fui caçando os seus clássicos pela internet e sempre escutando o músico. E não me arrependo de ter comparecido ao primeiro show de Rick Astley no Brasil.

Texto por: Victor Santos // Fotos por: Gil Oliveira
Agradecimento pela atenção e credenciamento: HSBC Brasil

Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos