CD Resenha: Coldplay – Mylo Xyloto (2011)

coldplay-mylo-xyloto
Lançamento: 24 de outubro de 2011
Gravadora: Parlophone
Produção: Markus Dravs

Um dos álbuns lançados em 2011, que representaram melhor o Rock Alternativo.
 
Mylo Xyloto, é o quinto álbum – e talvez último álbum – dos britânicos do Coldplay. Lançado em outubro de 2011, foi um dos álbuns ”sensações” do público mundial do ano que se passou. O disco recebeu 3 indicações para o Grammy. Segundo estastísticas lançadas por especialistas, Mylo Xyloto vendeu em torno de 140 milhões cópias em todo o mundo.
Tem como ponto forte, as músicas: “Paradise” e “Every Teardrop Is Watterfall”, músicas que alcançaram a posição de número 1 das paradas brasileiras, ultrapassando artistas pop em grande fase como: Adele.
Recebeu críticas mistas dos críticos de grandes meios de comunicação, como a Rolling Stone, deixando o público que leva muito em consideração a opinião dos grandes críticos ”meio-a-meio”.
Se vocês escutarem bem o álbum e compararem com o Viva La Vida, considerado por muitos o grande sucesso dos britânicos, vocês vão ver uma grande evolução entre o Viva La Vida e o Mylo Xyloto, tanto musicalmente quanto tecnicamente. O Coldplay se aproveitou bastante da fase positiva em que estavam vivendo, para usar seus instrumentos musicais com mais intensidade, dando mais força e tom para os singles.
Análise:
 
Aprenderam muito com o sucesso e sem dúvidas, fizeram uma mistura de tudo que ganharam profissionalmente com a produção dos outros 4 discos e incluíram em Mylo Kyloto, fazendo com que o álbum se tornasse enorme musicalmente e principalmente, de tamanho enorme comercialmente. O disco tem inúmeros pontos positivos, mas alguns pontos negativos.
Pontos positivos – o pessoal do grupo cresceu muito profissionalmente, fazendo com que as músicas do álbum se tornassem melhor e mais bem escritas de forma técnica. Por isso, a popularidade do álbum chega a ser impressionante. ”Paradise”, “Every Teardrop is Watterfall”, são exemplos reais disso.
Pontos negativos – nem tudo são flores, bebê! Sim, eles cresceram musicalmente mas podem crescer muito mais, singles como: Us Against The World, podiam ter sido escritas com mais carinho, com mais atenção. Por que? Basta olhar a letra e ouvir com atenção a música.
Por que você deve comprar o álbum?
 
Por que este disco, apesar de alguns pontos negativos é um dos maiores e melhores da década. E claro, aproveite enquanto ainda existe o CD para ser adquirido materialmente…Como assim?! Música digital, tecnologia meus/minhas caros(as)! Temos que dar valor ao que temos agora, para não ficar choramingando com meia dúvida de CD’s que deixamos de comprar, por causa de R$ 30,00.
Além de você se presentear com este belo trabalho, você está fazendo uma ação que não deixará o rock morrer.
Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos