Sete Minutos Depois da Meia Noite: uma tocante história entre o real e a fantasia

Engana-se quem pensa que o filme Sete Minutos Depois da Meia Noite é mais uma fantasia voltada para o público infanto-juvenil. A comovente obra, inspirada no livro A Monster Calls escrito por Patrick Ness e lançada em novembro de 2011, apresenta uma narrativa inteligente ao abordar temas profundos sobre a natureza humana e trazer mensagens que nos levam a refletir sobre conflituosas questões da vida.

O longa relata a história de Conor O’Malley, um tímido e singular garoto de apenas 13 anos que está passando por problemas de gente grande: sua mãe sofre de uma doença terminal e, com a ausência do pai, Conor se vê obrigado a ir morar com a avó materna, uma mulher distante com quem agora ele precisa se esforçar para criar laços. Para piorar as coisas, quando uma árvore – um teixo apavorante e ousado – próxima a sua casa ganha vida se transformando em um monstro, ele se depara com mais uma conturbada situação com a qual precisa lidar.

É impossível não associar a trama ao filme O Labirinto do Fauno. Seja devido ao seu enredo fantasioso e dramático, que trás uma criança como protagonista, ou pelo fato de ambos usarem um personagem aterrorizante como amigo imaginário, mas que não é tão assustador quanto parece. Todavia, essas coincidências talvez não sejam um mero acaso, pois o diretor de O Labirinto do Fauno, Guillermo Del Toro, é amigo de Juan Antonio Bayona, diretor de Sete Minutos.

Muitos efeitos especiais,  ilustrações obscuras no estilo aquarela, trazem ainda mais magia ao longa. A forte e emocionante interpretação do jovem ator Lewis MacDougall (Peter Pan), que vive Conor, acompanhado pela atuação das talentosas atrizes Sigourney Weaver (Os Caça Fantasmas) e Felicity Jones (A Teoria de Tudo) nos envolvem de tal maneira, que é impossível não imergir em sua narrativa e não derramar lágrimas ao final do filme.

A trama não empolga no início, e pelo seu desenrolar é possível imaginar um desfecho clichê, no entanto a surpreendente virada no final nos leva a repensar em tudo que acabamos de assistir, e a constatar que nem sempre há mocinhos ou vilões, e que não é de sua avó que Conor precisa ser salvo.

Sete Minutos Depois da Meia Noite é principalmente uma história de beleza tocante, sensível, banhado à magia e ensinamentos oferecendo ao público muito mais do que se espera, sem deixar de lado a esperança de um futuro diferente. Sem dúvidas, é um filme magnifico que merece ser assistido no cinema.

 

Descrição:

Título: Sete Minutos Depois da Meia-Noite (A Monster Calls/EUA, Espanha, 2016)

Gênero: Fantasia/Drama

Duração: 1h 48m

Data de lançamento: 07 de outubro de 2016

Direção: Juan Antonio Bayona

Música composta por: Fernando Velázquez

Produção: Belén Atienza

Roteiro: Patrick Ness

Elenco: Lewis MacDougall, Sigourney Weaver, Felicity Jones, Toby Kebbell e Liam Neeson.

Trailer Oficial (YouTube): https://www.youtube.com/watch?v=G-gaFaGZEOo

Jennifer Larice

Jennifer Larice

Repórter em Imprensa do Rock
Estudante jornalismo. Escrevo porque não sei desenhar.
Jennifer Larice