Resenha – Pitty na Áudio Club 09/08

Que saudades Pitty…

No último sábado a cantora esteve na Áudio Club, lançando “Sete Vidas”, e a galera foi em peso ver de perto as canções do novo álbum e também pra matar a saudade das músicas antigas.

  • Galeria de Fotos: Pitty (09/08/14), São Paulo, Audio Club. (clique aqui!)

E não vamos entrar em saudosismos, porque “Sete Vidas” veio enérgico, veio trazendo músicas a flor da pele, e uma banda inspirada.

E a fila se formou cedo, e era longa, quase a se perder de vista, todos ansiosos, nervosos, empolgados, e aí deu 22:00 horas e a porta da casa abriu, e era neguinho correndo pra um lado, neguinho correndo pro outro, todos sem querer perder o melhor lugar, afinal teve gente que chegou cedo a beça.

E a casa foi enchendo, foi enchendo, até que esgotou, lotada, e às 1:10 da manhã, o telão dispara, com a mais desejada da noite, contando todos os “setes”:

“Ele mora depois do seis e antes do oito, e é primo. Pragmaticamente ele até poderia ser apresentado assim, mas veio vestido de mistério.

Os sete dias da semana norteiam e conduzem nossa rotina, os tais sete dias bíblicos da Criação. Queria mesmo era pintar o sete navegando os sete mares, e quem sabe as sete cores do arco-íris dariam o ar de sua graça. Não seria um bicho de sete cabeças rodar o mundo como desejo se eu tivesse uma bota de sete léguas. Passaria até pelo bairro de Sete Portas em Salvador, minha terra natal. Mas as coisas seguem oscilando entre os sete pecados capitais e os sete princípios da moral pitagórica; acendo uma vela de sete dias e penso nos sete chacras que, gostaria, um dia fossem plenos. Todos os sentidos atravessando os sete buracos da minha cabeça. Tudo o que é intuitivo e sinuoso como um gato, que tem sete vidas… “

Pitty

Sim, foi o recomeço…

No palco a banda já a postos, Sete Vidas abre o show para delírio da geral, e o povo não se fez de rogado, agitou bem agitado.

Pitty não perdeu o tato pro rock, estava em casa, super confortável, e notavelmente super orgulhosa com o novo trabalho, e não é pra menos, o cd está pusante do começo ao fim, e ao vivo a resposta veio em imediato, bem ensaiados, abusando mais de percussão, detalhes, efeitos, viradas mirabolantes, guitarra bem colocada, baixo marcado.

Eu destacaria “Pouco”, típico musicão com direito a berros no final, sem desmerecer as outras, “Deixa ela Entrar” foi um ponto alto do show, a Jam Session que virou balada blues, numa levada cigarro e whisky com gelo “Olho Calmo”, embalou o show com maestria, claro teve o momento dos casais com “Equalize” e “Na sua Estante”, e pra surpresa da gente rolou até “Teto de Vidro”, obviamento os Chip Novomaníacos piraram…

pitty3

Além dos gritos de, GOSTOSA, GOSTOSA, que Pitty como sempre não deixa passar despercebidos: “E a música tá boa?”, aqui entre nós, convenhamos que a roqueira tá mais

gata que nunca, e toda essa inspiração, e esse cd redondinho também reflete nisso, não é pecado não Pitty.

E teve pra todo mundo, tocaram os 4 álbuns numa set list potente, “Me Adora” com aquela deixadinha pra galera cantar, “Máscara” com aquela energia, “Memórias” pra rolar o bate cabeça, o pessoal ainda pediu pelo hardcore “Seu Mestre Mandou”, mas dae já era querer demais, a banda tava redondinha pro show.

Ah, e “Leão”, performática, ao vivo ficou mais forte ainda, o poema “Boca Aberta”, na boca da galera.

Pra fechar com chave de ouro, e com a melhor vibe possível “Serpente”, a última faixa do álbum, com as influencias mais perceptíveis de ritmos africanos, que veio com as melhores intenções para esse novo disco.

Pra quem já foi num show da Pitty, não se decepcionou, porque ela continua sim enérgica, cativante, cuspindo suas indagações, e contando tudo pra gente com desembaraço, pra quem foi pela primeira vez, viu uma moça arretada, fazendo um show de rock pra marmanjo nenhum botar defeito.

Além da estética do espetáculo, sofisticado, moderno, interativo, mais um ponto a favor.

Vale a pena além de escutar “Sete Vidas”, também presenciar ao vivo, o formato, a banda, a própria Pitty, lapidados e roupados pra melhor.

Showzaço!

Set List

  • SETE VIDAS
  • ANACRÔNICO
  • ADMIRÁVEL CHIP NOVO
  • SEMANA QUE VEM
  • A MASSA
  • DEIXA ELA ENTRAR
  • TETO DE VIDRO
  • MEMÓRIAS
  • BOCA ABERTA
  • OLHO CALMO
  • POUCO
  • ME ADORA
  • PULSOS
  • PEQUENA MORTE
  • EQUALIZE
  • NA SUA ESTANTE
  • LEÃO
  • MÁSCARA
  • SERPENTE
Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos