Resenha: Hammerfall – (r) Evolution

Após o mediano “Infected”, o Hammerfall deu a entender que poderia cair em algo que vem sempre acontecendo com as grandes bandas hoje, a mesmice. Mas ao lançarem esse belo disco, mostraram de forma honrosa que a banda ressurgiu das cinzas.  (r) Evolution veio pra mostrar o quão à banda tem muita lenha pra queimar.

Joacim Cans mostra muita maturidade e usa sua voz como nunca, com seus agudos bem acentuados e longe de exageros, o duo de guitarras mostram mais peso e mais sincronia, criando belos riff’s e solos ousados, a cozinha dispensa comentários, Anders executa uma verdadeira aula com suas baquetas com uma técnica acima da média, assim como o grande Fredrik que carrega seu baixo com muito peso e belas escalas, resumindo, a banda está “afiada”!

cover

Capa do Disco

As doze músicas aqui rementem e muito a fase áurea da banda no início dos anos 2000. Logo na faixa de abertura “Hector’s Hymn” nota-se que os caras não vieram pra brincar e sim fazer o som que mostrou a banda ao mundo. A faixa título “(r) Evolution” mostra uma marca registrada da banda que são os refrãos cantado em coro e uma nuance bem medieval. Com um Heavy Metal mais cadenciado e lindos solos, “Bushido” e “Live Life Lound” empolgam essa última citada com um refrão bem chiclete, mas muito agradável.

Em uma pegada cadenciada e arrastada “Ex Inferis” trás certa tranquilidade ao disco, destaque para o baixo com excelentes escalas. “ We Won’t Back Down” entra com tudo em um Metal mais rápido e com riff’s virtuosos, bem ao estilo “Hammerfall” de ser. Como também é de praxe a banda investir em baladas, “Winter is Coming” é arrebatadora, com um vocal marcante de Joacim e guitarras densas acompanhando com maestria, música que entra nas linhas de “Glory to the Brave” e “Always Will Be”, dois grandes clássicos.

Voltando para o Heavy com pitadas clássicas, “Origins” e “Lainted Metal” se unem com bastante peso e melodias bem saudosistas e marcantes. “Evil Incarnate” juntamente com “Wildfire” são impecáveis e seguem a mesma receita do começo peso na medida e com o som das raízes. Finalizando com a faixa bônus “Demonized” temos aqui uma mescla de tudo feito durante todo álbum, um refrão perfeito, assim como os riff’s e os solos, uma música realmente completa, lembrando que essa faixa se encontra nos formatos em LP e digipack. O Hammerfall pode-se orgulhar de ter feito um disco que trouxe a banda novamente ao topo. Longa vida à banda!

Nota: 10

 

 

Músicas:

 

  1. Hector’s Hymn
  2. (r)Evolution
  3. Bushido
  4. Live Life Loud
  5. Ex Inferis
  6. We Won’t Back Down
  7. Winter is Coming
  8. Origins
  9. Tainted Metal
  10. Evil Incarnate
  11. Wildfire
    Demonized (bônus)

 

Membros:

 

  • Joacim Cans – Vocais
  • Pontus Norgren – Guitarras
  • Oscar Dronjak – Guitarras
  • Fredrik Larsson – Baixo
  • Anders Johansson – Bateria

 

Resenha: Leandro Fernandes

Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos