Resenha de Filme | 2016 – “Esquadrão Suicida” – Warner Bros. Pictures

esquadrãosuicidaidrresenha

O Imprensa do Rock, mais uma vez, foi convidado pela Warner Bros. Pictures a sessão de imprensa antes da pré-estreia do filme Esquadrão Suicida no Brasil, em São Paulo. Fomos conferir através de uma super recepção, este filme que é um dos mais comentados da atualidade, visto o vasto material divulgado na internet ao decorrer das semanas anteriores.

Relacionado: encontre mais notícias sobre Esquadrão Suicida

Não acompanhei nem de longe as histórias em quadrinho de Esquadrão Suicida. Por esse motivo, não vou opinar sobre fidelidade entre as histórias, comparação de personagens com os quadrinhos e seja mais lá o que for, pura lógica.

Logo no começo, como todo filme que reúne um vasto número de personagens, foram apresentados ao público: Christopher Weiss (Amarra), George Harkness (Capitão Bumerangue), June Moone (Magia), Tatsu Yamashiro (Katana), Rick Flag Jr. [Joel Kinnaman], Harley Quinn (Arlequina [Margot Robbie]), Floyd Layton (Pistoleiro [Will Smith]), Waylon Jones (Crododilo) e Chato Santana (El Diablo) e o Coringa [Jared Leto], que aparece ao decorrer do filme. Em seguida, foram apresentados outros personagens, mas vamos comentando ao decorrer deste texto.

Cuidado, pode conter Spoilers!

O Filme segue aquele clássico enredo onde criminosos são persuadidos a enfrentar uma ameaça onde nem eles mesmos sabe o que são, comandados por uma mulher chamada Amanda Waller [Viola Davis] (que ironicamente é chamada de “Deus” por um dos militares).

Durante o filme, alguns seres esquisitos começam a aparecer, e o Pistoleiro [Will], fica desconfiado onde eles teriam se medito. Então, ao pegar um documento oficial do carro de Amanda, ele descobre e conta para todos do grupo, que estavam para enfrentar a vilã principal do filme, a Magia. Uma bruxa de milhares de anos, que possuiu o corpo da mulher de Rick Flag Jr. para tentar uma nova dominação do mundo ao lado de seu irmão, outro personagem poderoso.

Vale destacar as rápidas aparições de Batman [Ben Affleck] – quando ele estava pegando o Pistoleiro em um beco que ao tentar matá-lo, sua filha o impediu – e Flash (Barry Allen, [Ezra Miller]). Também, claro, o Imprensa do Rock tinha que falar da trilha sonora Rock N’ Roll que identificamos na hora com clássicos do Queen e algumas mais novas, como: Panic! At The Disco e Twenty One Pilots.

Sobre muita ação no filme:

Eu me lembro bem quando lançaram a trilogia Matrix – um exemplo bem paralelo – e diversos amigos nunca, se quer gostaram do filme por ter muito dialogo entre os personagens e pouca ação. Anos depois, em Esquadrão Suicida, notei o filme tendo mais ação e diálogos compreensíveis, resultado? Começaram a RECLAMAR que tinha MUITA ação. Vai entender esse povo.

Conclusão, vale a pena dar uma espiada em Esquadrão Suicida, nos cinemas se você admira adaptações de quadrinhos para as telonas. Agora, se você é um fã assíduo das HQ’s, leva um lencinho, o resto fica por sua conta.

E você, leitor do Imprensa do Rock, o que espera para Esquadrão Suicida? Assista e conte-nos sua opinião. O filme tem sua pré-estreia marcada para hoje (3) em todo o Brasil.

Nota: 7.5

esquadrãosuicida-poster

Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos