Resenha de CD | 2016: “The World Changes” – Magnus Rosén

magnus-rósen-world-changes

O músico Magnus Rosén, integrante atualmente da banda brasileira Shadowside, e ex-baixista do HammerFall, acaba de lançar seu novo álbum solo: “The World Changes” via Furia Music Records.

O novo disco mostra um lado diferente do músico, que se aventura pela música erudita e na melancolia nórdica, seguindo com uma verdadeira expressão e requinte.

As participações especiais também dão seu toque único, um belo exemplo é a do vocalista Tony Martin, em “The Castle of Imagination”. A faixa mais agitada e curta do disco, “Bandinerie/J.S Bach”, que dá um toque diferente. Em “The World Wide Blues”, Magnus Rosén se aventura pelo mundo mundo do Blues, com seu baixo ganhando grande destaque.

Outras faixas que também possuem uma sonoridade bem específica: “Centuries of Memories”, “The Bridge From The Past To The Future” e “Bach Badinarie”.

Em resumo, “The World Changes”, de Magnus Rosén, vale muito a pena se você gosta de acompanhar projetos paralelos dos músicos e se aventurar até mesmo pela música clássica. Tanto que foi literalmente uma aventura buscar resenhar esse disco no Imprensa do Rock.

Nota: 8.0
Resenha por: Victor Santos

Repertório de “The World Changes“:

  1. “Centuries of Memories”
  2. “The bridge from the past to the future”
  3. “Soul Essence”
  4. “The World Changes”
  5. “Celestial Port”
  6. “Bach Badinerie”
  7. “Ack Värmeland du sköna”
  8. “The World Wide Blues”
  9. “E Lucevan Le Stelle”
  10. “The Castle of Imagination”
Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos