Resenha de CD | 2016: “Do Céu Ao Inferno” – Dfront SA

Assim como em todo território nacional, Rio de Janeiro sempre se destaca como um grande celeiro de bandas underground’s que não deixam a desejar. Seguindo a mesma saga o DFront SA mostra sua raiva e agressividade com o excelente “Do céu ao Inferno”.

Resenha por: Leandro Fernandes
Edição: Victor Santos

O disco é literalmente um soco na cara pra quem curte um som objetivo e destruidor. A banda investe em um Thrash Core absurdo, com riifs bem encaixados e peso na medida, mostram também um excelente trabalho com as baquetas, bem engajado e técnico que completa bem a cozinha com o baixo que não perde o ritmo e segue bastante cru.

A técnica vocal de Vagner Haenel mostra bastante versatilidade em mesclar pontos mais agressivos e raivosos, detalhe significativo em não explorar partes guturais e procurando seguir bem uma linha Thrash, excelente trabalho com as cordas vocais.

Do céu ao Inferno” aborda letras impactantes e realistas, os caras procuram explorar bem os temas diversos bem explícitos com o cotidiano. O disco se inicia com uma introdução que logo emenda com a paulada “Terrorismo” que abusa bem dos riffs densos e um vocal urrado com bastante fúria, não ficando pra trás, “Verdadeira Face” continua o peso mas empenhada com mais técnica explorando um backing vocal em uma linha mais old school. “Vício” pode ser considerada a música mais thrash tradicional do disco, emaranhada com riffs precisos e bateria fieis ao estilo.

Com uma letra de cunho mais político, onde o nome já diz tudo, “Político” possui uma pegada mais pesada e segue arrastada em certos momentos, mas permanecendo a essência da banda sempre à mostra. “Medo” é um dos grandes momentos do disco por iniciar com a cozinha bem em harmonia, que se destaca por toda a faixa. “Questão” e “Eu não aguento” mais já se imagina um mosh enfurecido em meio aos shows, sempre explorando bem os riffs.

Encerrando o disco com “Mais um dia” e “Entre o Céu e o Inferno” que dá nome ao disco, mostram seus refrãos bem marcantes e que grudam na mente na primeira audição. Se tratando de uma banda com poucos anos de carreira pode-se dizer que já estão prontos pra guerra e fazer muita cabeça rolar por onde passarem, pois o peso e a fúria andam lado a lado e o rastro de destruição ficará em cada show realizado. Para um fã de um Thrash Core, a diversão é garantida. Disco mais do que recomendado.

Dfront SA é formada por:

  • Vagner Haenel – Vocal
  • Nathan Klak – Guitarra
  • Magno Augusto – Bateria
  • Silvio Augusto – Baixo
Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos