Resenha de CD | 2015: “Notes Of A (not) Dead Man” EP – Undying

Undying1

O UNDYING é uma banda de Brasília que aposta todas as suas fichas no Death Metal, com algumas inserções de melodias frias, que muito me lembraram o saudoso Death.

Avaliação pessoal: 7.5/10
Resenha por: Rogério Rezende
Edição: Victor Santos

“Notes Of A (not) Dead Man” é o EP de estreia dos caras e, tirando a produção mediana, principalmente nas partes com distorções, é possível notar grandes ideias e que, se bem desenvolvido, pode gerar algo único dentro da nossa cena.

O material apresenta sete faixas, relativamente curtas, o que, de certa forma, facilita muito na audição e assimilação da proposta. Ainda que a produção tenha realmente deixado a desejar, algo similar ao que nos era comumente apresentado em Demos na década de oitenta, o bom gosto das composições é algo latente. Solon Rodrigues, além de ótimo guitarrista e compositor, se mostra a escolha acertada para ser o vocalista da banda, sempre se mostrando presente com linhas marcantes e imponentes, todavia, se ele puxasse mais pro lado visceral de Chuck Schuldiner o resultado poderia ser ainda melhor. Como destaques, ouçam “She”, “Feed My Demons” e a faixa título, que é um belo poslúdio ao violão.

Agora com o apoio de uma gravadora, o UNDYING tem tudo pra se encontrar e lançar um álbum acima da média, pois aqui temos um grupo com grandes ideias e que precisam, apenas, serem organizadas e lapidadas para que tenham mais funcionalidade.

Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos