Pitty @ Audio Club – São Paulo/SP (21/09/2018)

A carismática cantora PITTY, vem realizando sua turnê pelo Brasil intitulada “Matriz” e uma dessas apresentações, aconteceu na Audio Club em São Paulo. Com ingressos esgotados, a cantora trouxe um grande repertório nessa turnê, repleto de excelentes composições, indo desde as músicas clássicas do começo de sua carreira as mais atuais. Além disso, nesse show, aconteceram vários outros acontecimentos marcantes, como por exemplo, músicas acústicas sendo executadas, participações especiais durante o show, o público extremamente participativo em cada música tocada, enfim, foi uma belíssima apresentação especial que superou as expectativas.

Tássia Reis

Com a Audio Club já bem cheia, quase lotada, o show de abertura ficou responsável pela rapper Tássia Reis. Já bem conhecida pelo país e por ter participado da música “Contramão”, da PITTY, a cantora realizou um bom repertório contendo as músicas dos dois lançamentos de sua carreira: o EP “Tássia Reis” (2014) e “Outra Esfera” (2016). Acompanhada por uma banda muito boa, os trabalhos da rapper foi iniciado com “Desapegada”, composição bem ritmada, bons vocais da Tássia e destaque para os integrantes da sua banda, cada músico realizando bons trabalhos, seja as grandes harmonias contidas no baixo, as batidas cadenciadas estabelecendo um bom andamento na canção, foi um ótimo início de show, sendo bastante aplaudida pelo público.

Na sequência, “Calma Preta”, seguiu basicamente a mesma pegada que dá anterior. Mais aplausos para a Tássia e ela bem feliz e agradecendo muito o público, ficando até meio sem jeito. “No Seu Radinho” e “Se Avexe Não”, foram as próximas. O single “Xiu!”, lançado no ano passado, foi executada, para depois, a Tássia tocar uma composição nova, que por sinal, um som muito bom, possuindo uma pegada jazz em um ritmo bem dançante, e vindo na mesma pegada, a excelente “Semana Vem” foi talvez, a melhor composição executada na noite. Batidas bem empolgantes, ótimos sons do saxofone, a Tássia mandando ver nos vocais, que até aproveitou para dançar, é uma cantora que soube muito bem agradar o público.

Mantendo na pegada do jazz, veio “Meu Rap Jazz” e depois, outra boa música nova que está prestes a sair lançada, segundo a Tássia, foi executada. A Tássia, com a banda toda, fez aquela famosa foto com a galera e logo, executaram “Da Lama / Afrontamento”. E para encerrar o show, foi tocada “Ouça-Me”. Em aproximadamente uma hora de apresentação, Tássia Reis conseguiu realizar um show bem bacana, divertido e simpático. Atingiu o público presente que saiu do palco bem ovacionada.

Setlist:

1. Desapegada
2. Calma Preta
3. No Seu Radinho
4. Se Avexe Não
5. Xiu!
6. Música Nova
7. Semana Vem
8. Meu Rap Jazz
9. Música Nova
10. Da Lama / Afrontamento
11. Ouça-Me

Pitty

Uma excelente decoração personalizada do palco, a Audio Club extremamente lotada e inúmeras vibrações do público, a banda sobe ao palco e por último, com ainda mais vibrações, a PITTY logo aparece dando início com “Admirável Chip Novo”, sendo cantados todos os trechos da música a plenos pulmões pelos fãs presentes. Sério, as empolgações do público, estavam fora do comum. Parecia que a casa ia desabar, com tantas vibrações que continham. E também, iniciar com essa música clássica da cantora, já era esperado que os fãs entrassem ao delírio.

Com riffs pesados, veio “Anacrônico”, também bastante ovacionado pelo público, que cantaram os trechos e os refrões com total força. Com um ritmo bem gostoso, “Setevidas” foi tocada, logo, a PITTY interagiu um pouco com a galera, agradecendo ao público e deu início a “Memórias”. Impressionante a empolgação dos fãs, assim como nas anteriores, essa foi igual. Cantaram os trechos da canção e teve até um momento que a PiITTY os deixou cantarem sozinhos, formando um grande coro.

A divertida “I Wanna Be” foi a próxima e que música incrível. E por falar em música incrível, veio a composição nova lançada esse ano, “Te Conecta”, bem contagiante, dançante e extremamente viciante. Por se tratar de uma música recente, ela já alcançou um número grande de elogios e um ótimo reconhecimento pelos fãs, o que se notou facilmente na recepção do público. E também, pelo videoclipe lançado há algumas semanas atrás, obtendo mais de 336 mil visualizações no YouTube, que por sinal, um excelente videoclipe. Tendo o início do público cantando as primeiras partes e mais algumas ao decorrer da música, veio “Na Sua Estante”, canção mais tranquila e muito bonita. Em uma pegada mais intensa num clima mais atraente, “Um Leão” deu continuidade ao espetáculo.

Aos gritos de “Pitty eu te amo…”, a banda se retirou do palco e logo, colocaram algumas estruturas no centro do palco, mais precisamente, três estruturas para se sentar. Quando a PITTY voltou, esteve acompanhada por dois músicos de sua banda, sentando um de cada lado e deixando a cantora no meio deles. Cada um com um violão na mão, obviamente, foi a parte acústica do show. Ao todo foram, quatro músicas executadas. Começando pela famosa “Teto de Vidro”, maravilhosa canção e lindo de se ver apenas com violões, um andamento diferenciado e a grande voz da PITTY arrasando. “Temporal” veio num ritmo mais calmo e bastante prestigiada pelos fãs. Executaram o primeiro cover da noite, o clássico do rock nacional “Metamorfose Ambulante” do grande Raul Seixas, dizendo que costumava tocar essa música em rodinhas de violão. E para fechar as canções acústicas, veio a linda “Dançando”, do Agridoce, música do projeto paralelo da cantora com Martin Mendonça.

Após esse maravilhoso momento, a banda toda volta ao palco, se posicionam para darem prosseguimento ao espetáculo e executam a música inédita “Controle Remoto”, uma pegada rápida e como era uma composição inédita, obviamente, ninguém a conhecia, então, percebíamos a admiração do público em prestarem atenção nela, o que gerou no final, uma boa salva de palmas. A PITTY agradeceu o público, dizendo que essa turnê é bem especial por vários motivos e que ela estava extremamente feliz. Para dar continuada, a PITTY chamou ao palco, para executar a próxima canção, Tássia Reis, sendo bastante ovacionada pelo público. E como a PITTY convidou a Tássia, até já era de se esperar, qual música viria, “Contramão”, single lançado esse ano, gravado com as participações da própria Tássia Reis e da Emmily Barreto (vocalista do Far From Alaska). A canção possui um ritmo bem dançante e com uma boa pegada hip hop. Notamos o quanto a PITTY e a Tássia estavam felizes, se divertiram muito e até dançaram conforme o ritmo, tanto que no final, com as duas bem emocionadas, uma elogiou a outra, dizendo que foi uma honra. Um grande momento memorável dessa grande apresentação. Com a Tássia permanecendo no palco, a grandiosa composição “Feeling Good” da Nina Simone, outro cover da noite, foi de se impressionar nas potencialidades vocais da PITTY e da Tássia.

A Tássia se retirou do palco sendo bastante ovacionada pelo público e o quanto ela estava emocionada por fazer parte desse show. Prosseguindo, o grande hit “Me Adora” foi de se emocionar. Uma linda balada romântica que fez a galera entrar ao delírio. Ainda mais quando cantaram sozinhos os refrões do final da canção. Foi simplesmente maravilhoso. Depois, outra participação especial da noite, o rapper Emicida, subiu ao palco para executar “Hoje Cedo”, composição própria dele em parceria com a PITTY. Sendo bastante aplaudido, a participação do rapper foi muito prestigiada, agradecendo infinitamente ao público. A PITTY ainda falou que é a primeira vez que executaram essa música juntos ao vivo. Emicida se retira do palco e logo, veio a excelente “Máscara”. Um pouco antes da composição ser finalizada, Emicida retorna ao palco para dar um show de improvisação e depois, foi a vez da Tássia retornar para também brilhar numa ótima improvisação. Finalizaram a música e após esse grande momento, Emicida e Tássia se despedem, e a própria PITTY também se retira do palco.

Mas sabíamos que esse não era o fim da apresentação. Com muitas vibrações dos fãs e para a alegria de todos, a PITTY volta ao palco para executar mais algumas músicas. A excelente “Equalize”, num tom romântico e apreciável, é outra linda composição da carreira da cantora. Sem dúvidas, uma das canções mais requisitadas pelos fãs. Num andamento bem gostoso, veio “Desconstruindo Amélia”. A PITTY deu mais algumas palavras, novamente, agradecendo a todos que presenciaram o show e que iria se despedir. E para encerrar, “Serpente” foi tocada. Aquele ritmo dançante e o coro cantado pelo público, foi sensacional. Lindo de se ver. Mesmo quando a música se encerrou, o público continuou com aquele maravilhoso coro. Foi um show e tanto.

Pitty, mostrou nessa incrível apresentação, o quanto ela é boa. Com uma voz excepcional, músicas magníficas e viciantes, uma carreira bastante prestigiada e acompanhada por uma banda talentosa, ela facilmente, cativou os fãs presentes e o deixaram totalmente realizados e até mesmo emocionados, tamanho talento e carisma que a cantora possui.

Setlist:

1. Admirável Chip Novo
2. Anacrônico
3. Setevidas
4. Memórias
5. I Wanna Be
6. Te Conecta
7. Na Sua Estante
8. Um Leão
9. Teto de Vidro (Acústica)
10. Temporal (Acústica)
11. Metamorfose Ambulante (Raul Seixas Cover) (Acústica)
12. Dançando (Acústica)
13. Controle Remoto (Live Premiere)
14. Contramão (com Tássia Reis)
15. Feeling Good (Nina Simone Cover) (com Tássia Reis)
16. Me Adora
17. Hoje Cedo (Emicida Cover) (com Emicida)
18. Máscara (com Tássia Reis e Emicida)

Encore:

19. Equalize
20. Desconstruindo Amélia
21. Serpente

Fotos: Diego Andrade

Giancarlo Rossi

Giancarlo Rossi

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Cursando Rádio e TV. Escuta todas as vertentes do Rock e do Metal. E Adora Cinema.
Giancarlo Rossi

Giancarlo Rossi

Cursando Rádio e TV. Escuta todas as vertentes do Rock e do Metal. E Adora Cinema.