Obituary @ Fabrique Club – São Paulo/SP (18/11/2017)

Com o lançamento do álbum de nome homônimo a banda, OBITUARY esteve presente no dia 18 de novembro na Fabrique Club em São Paulo, para a divulgação dele e fazer uma apresentação fora do comum, ou seja, mostrando a sua sonoridade completamente insana, agressiva e do mais puro death metal de boa qualidade.

Com a triste notícia sobre o falecimento do guitarrista e co-fundador da banda de hard rock AC/DC, Malcolm Young, a Fabrique deixou executar em suas caixas de som, praticamente o tempo todo, clássicos do AC/DC para homenageá-lo e mostrar o quanto ele foi importante para a história do Rock. O que deixou o público apreciar esses clássicos por um tempo enquanto o OBITUARY estavam se preparando para começarem o espetáculo que estávamos prestes a presenciar.

Com a casa cheia, os integrantes Donald Tardy (bateria), Trevor Peres (guitarra), Terry Butler (baixo) e Kenny Andrews (guitarra), subiram no palco e já arregaçaram com a instrumental insana “Redneck Stomp”. Só com esse instrumental violento bem cadenciado, grande parte da pista já foi tomado por um violento mosh-pit que se manteve até o final do show.

Por último, foi a vez do vocalista John Tardy subir no palco e vier a “Sentence Day”, do mais recente álbum. Já deu para notar que seus vocais bem característicos e agressivos seria um destaque dessa apresentação insana e brutal. “Visions in My Head” do “Inked in Blood” (2014) foi a próxima e com esse extraordinário som, o público estava cada vez mais agitado, assim como a banda estava empolgante e felizes por estarem se apresentando no Brasil. Percebemos pelas boas recepções dela.

Continuando, veio três músicas clássicas do segundo álbum de estúdio “Cause of Death” (1990): “Chopped in Half”, “Turned Inside Out” e “Find the Arise”. Clássicos como esses, fez com que o show ficasse ainda mais excepcional e deixarem o público relembrar dessas grandes composições que marcaram o estilo e que vem sendo cada dia mais apreciável pelos fãs. Como era a turnê do álbum novo, executaram mais três músicas dele: “A Lesson in Vengeance”, “Brave” e “Straight to Hell”. Mostrando cada vez mais os talentos de cada integrante da banda, com excelentes riffs de guitarras bem executados e cadenciados, o Donald Tardy aniquilando a bateria com suas técnicas agressivas e devastadoras, o vocalista John Tardy com seus impressionantes vocais marcantes e caracterizantes que deixa a sonoridade da banda mais grandiosa e claro, a sonoridade pesada e violenta da banda, gerava grandes receptividades do público.

“Dying”, outra clássica do “Cause of Death” e “No”, outra música atual, vieram na sequência. Outro ponto impressionante das boas recepções do público, é nos mosh-pits insanos que não paravam por um segundo sequer na pista. Ocupando praticamente todo o meio da pista, eles ficavam cada vez maiores e mais violentos. Mostrando que o público estava realmente curtindo o show e que o OBITUARY simplesmente fez um show completamente sensacional e destruidor ao mesmo tempo.

Chegando para o final do show, executaram a clássica “’Til Death” do clássico disco “Slowly We Rot” de 1989, primeiro álbum da banda. “Don’t Care” veio em seguida e depois, tocaram mais uma do atual disco, “Turned to Stone”. E para encerrar, o clássico absoluto, “Slowly We Rot”, fechou de maneira brutal, com os fãs cantando os versos da música e continuando com os insanos mosh-pits.

Com um repertório bem selecionado e executado perfeitamente pelo OBITUARY, a banda em aproximadamente 70 minutos de apresentação, mostrou o porquê deles serem uma das bandas mais renomadas e respeitadas do death metal mundial. Integrantes talentosos e ótimas recepções pelo público, foi um extraordinário show marcante que ficou na história e na lembrança dos fãs que tiveram a honra de presenciar um espetáculo como foi esse.

Setlist:

1. Redneck Stomp
2. Sentence Day
3. Visions in My Head
4. Chopped in Half / Turned Inside Out
5. Find the Arise
6. A Lesson in Vengeance
7. Brave
8. Straight to Hell
9. Dying
10. No
11. ‘Til Death
12. Don’t Care
13. Turned to Stone
14. Slowly We Rot

Line-up:

John Tardy – Vocal
Donald Tardy – Bateria
Trevor Peres – Guitarra
Terry Butler – Baixo
Kenny Andrews – Guitarra

Fotos: Bruno Tótoro

Giancarlo Rossi

Giancarlo Rossi

Redator em Imprensa do Rock
Cursando Rádio e TV, apaixonado por música e cinema.
Giancarlo Rossi