O Rock de bandas nacionais não morreu

Saudosistas do rock nacional da década de 80, se rendem a novos sons como da banda Heading Gates.

Atenção amantes do heavy metal e outras vertentes do rock: tem riffs novos chegando por aqui.

É fato que, as décadas de 80 e 90 foram grandes celeiros do rock nacional, onde alguns nomes e bandas se mantém até hoje. Muitas migraram para o pop como Titãs, outros se mantiveram fiéis e perderam notoriedade na grande mídia, mas quem resistiu, vê na retomada de festivais e o reforço da rádio 89FM, que retomou suas raízes, uma grande chance de fomentar novas bandas e letristas que tem, no peso da guitarra e no poder da voz, sua inspiração musical.
Como muitas bandas, Heading Gates surge do talento de um letrista, unido ao amor de um músico com excelente base de formação na arte. Estamos falando de Z_Edu e André Vicentin respectivamente vocal e guitarra da banda Heading Gates.
“Heading Gates nasceu dos manuscritos do nosso frontman, Z_Edu. Há anos, ele organizou uma série de anotações com temáticas inspiradas no cotidiano, nas dificuldades (inter)pessoais, nos fatos históricos, na ideia do aprendizado evolutivo e espiritualidade. Eu gostei de imediato das ideias e do que li. Então começamos a organizar esse material e a musicá-lo com base em nossas influências como King Crimson e Black Sabbath. O Edu já possuía riff’s de guitarra praticamente prontos com linhas melódicas para voz e coube a mim, arranjá‑las e de fato, estruturá‑las como música final”, conta André Vicentin que, dentre todos os projetos que possui, é professor de musicalização em Mairinque.
A formação atual traz Douglas Ramos na bateria, que conheceu Z_Edu no estúdio em que trabalhava e era frequentado pelo frontman da banda. “Ficamos amigos e percebemos várias afinidades no trabalho e gosto musical, e daí veio o convite para trabalhar na pré produção do primeiro disco da banda. Desde então, não paramos mais de trabalhar juntos”, lembra Douglas que tem suas influências nas baquetas baseadas em Travis Barker, que dentre outras bandas fez parte de Blink182 e é conhecido por sua história de resiliência.

Para ver e  ouvir:

No baixo, Julio Pires que chegou até a banda através do baterista, Douglas que carinhosamente é chamado de Barba pelo baixista. “A princípio, o Barba me chamou para fazer a pré produção do primeiro disco, gravando as guias e montando as músicas que seriam gravadas em estúdio posteriormente, e durante essas gravações eles falaram da necessidade de encontrar um baixista e aproveitando que eu já estava trabalhando com eles, acabei integrando a banda’, explica.
A banda tem tanta sinergia que, além de projetos paralelos que cada um possui, juntos participam do Programa Temperando o Papo tocando clássicos do rock e pop rock durante o programa e sob o nome Banda Temperando Som, com o reforço do pianista, e também vocal, Antonio Lobato.

Segundo Z_Edu, ele já tinha muito material de composições que desejava musicar no estilo que mais ama, o rock mais pesado, o heavy metal, e o projeto de procurar pessoas com a mesma sintonia era fundamental. Conversando com André Vicentin, apresentou algumas composições e, assim, nasceu a banda. “Na verdade o projeto, toda a parte bruta eu levei e o André deu o formato com a ajuda do Julio e Douglas. Eu e André já tínhamos feito coisas juntos, mas não projetos autorais”, explica Z_Edu.

As letras do Heading Gates transitam nos temas religião, comportamento humano, trazem elementos místicos, atemporais e são letras intencionais, que colocam o ouvinte para refletir. ‘Heading Gates foi sugestão do André e remete aos portões de entrada. Tudo o que está escrito tem um cunho místico. Boa parte das letras são recados interessantes para que as pessoas reflitam”, finaliza Z_Edu que é fluente em Inglês, e se motiva em vocalistas como  Bruce Dickinson, Freddie Mercury, David Coverdale e Robert Plant.

A banda, que visa projetar-se para o mercado mundial, tem interesse em fomentar, novamente, o heavy metal no Brasil, mas tem como foco mercados mais fortes para o rock e heavy metal, o que as composições em inglês facilitam, e muito.

Para saber mais sobre a banda:

@headinggates

Nós da Rede

Anderson Severo

Atua como baixista das bandas: Capa Preta Rock, Exclusão Social e Ligante Anfetamínico. Fundou o Selo Sub_Discos. Comunicador em Radio Putzgrila. www.radioputzgrila.com.br