Nota máxima para o novo álbum do Almah

rp_Almah-Capa.jpg

 

Para aqueles que duvidavam do retorno à boa forma de Edu Falaschi, “E.V.O”, seu novo álbum ao lado do ALMAH, é uma baita resposta. O cara de fato voltou a cantar muito bem, remetendo mesmo aos seus tempo com o Angra, sem soar forçado ou oportunista, além de ter criado o melhor disco da banda e mais o contundente desde“Rebirth” e “Temple of Shadows”.

Aliando melodias pegajosas, elementos Pop, riffs em profusão e muito bom gosto, Falaschi acertou a mão para voltar ao topo do cenário mundial, já que além do Brasil, fomos informados que o disco é líder de vendas deste nicho no Japão, além de já estar despontando também na Europa. Prova disso são músicas diversificadas, mas que se conectam entre si com uma naturalidade ímpar. Tem pra todos os gostos. Desde oPower Metal digno das melhores aberturas de animes japoneses com “Age of Aquarius”, passando pelo Pop com “Infatuated” e “Speranza”, até o Metal mais moderno e oGrunge com “Pleased To Meet You” e “Corporate War”, respectivamente.

Mais um excelente trabalho dentro da discografia do ALMAH, mas que agora pode-se vislumbrar um crescimento exponencial do grupo no cenário mundial. Com Edu Falaschi cantando como gostamos e respeitamos, acompanhado por um time de músicos competente, é só questão de tempo.

—–

Por Rogério Rezende

Nota: 10.0/10.0