Ned’s – Afogue – Me – Videoclipe oficial

NED’S – Afogue – Me – Videoclipe oficial

Um clip com requintes de erotismo, produzido pela Inline Produções.

Música faz parte do álbum “Alicerce do Caos”. Álbum que foi lançado em 2018

A banda de garage/post-grunge NED’s – formada por:

Fábio Macieira (Vocal e Guitarra),

Igor Átila (Baixo),

Jander (Batera) e

Marcílio Mendonça (guitarra)

– lança o clipe de “Afogue – Me”, música que faz parte de seu álbum “Alicerce do Caos”, lançado em 2018.

Filha total da cena autoral de Fortaleza – CE, o material foi produzido pelo Demetrius Lourenço da Inline Produções.

Apesar do projeto ter tido um hiato e alguns anos e “Alicerce do Caos”  ter levado quatro anos para ser gravado e finalizado, Os neuróticos e destruidores da NED’s já mostram potencial para um futuro a curto prazo.

Só músicos bons, profissionais e maduros, além de boas canções.

“Por motivos de mudança na formação da banda ficamos um tempo com o clip só na edição da história. Há pouco tempo atrás trabalhamos nas filmagens da banda já com a nova formação e a música regravada.

O cenário foi um quarto da casa de uma amiga. Lá mesmo fizemos as maquiagens da atriz. e o cenário da banda tocando é o mesmo que foi feito “A Casa”. A iluminação natural e depois editada.

Como também a mudança de cor da colcha e da cama.”  Comenta o Produtor e Diretor Demetrius Lourenço.

Assista “Afogue – Me”:

A letra da música fala sobre amor incondicional e a entrega passional: “Afogue-me em seu hálito ardente”, a entrega por inteiro de corpo e alma que é bem representada no Clipe.Com participação especial da atriz:  Tatiana Amorim Instagram: @tatypam 1979

Produção: InLine Produções

Face: https://www.facebook.com/INLINEPRODUC

Direção/Edição: Demetrius Lourenço

Face: https://www.facebook.com/demetrius.lo

Instagram: https://www.instagram.com/inlinechannel

SOBRE NED’s

Ned´s é uma banda de vários gênero, fazendo uma lavagem na sonoridade atual, é formada em 2008 com os integrantes de duas bandas da cena local de Fortaleza que decidiram se unir e fazer uma simbiose do som que faziam na época.

As bandas que oscilavam de estilos punk, grunge, new metal e o que der na teia, desenvolveram um som mais alternativo com letras mais intensas e harmonias distintas do que se via na cidade naquele momento.

O nome da banda surgiu de um dos personagens do filme número 23 de Joel Schumacher esse NED (Neurótico e Destruidor) o que chamou a atenção do vocalista Fábio Macieira, que mostrou o nome para os demais integrantes que gostaram de imediato, e decidiram ali o nome que usariam.

Tocando pelo cenário underground de Fortaleza e Região Metropolitana conseguiram atingir a massa alternativa, garantindo assim um espaço para mostrar seu trabalho.

Suas influências musicais são A Perfect Circle, Tool, Chevelle, Deftones, Silverchair, Queens of the stone age, Nirvana e outras bandas da cena local de Fortaleza (Facada, Damn youth).

A Neds teve uma parada em outubro de 2013 para a gravação do disco (alicerce do caos) e para resolver assuntos pessoais (Trabalho e Estudo) voltando as atividades no final de 2016 para terminar a gravação do álbum. O tempo parado serviu para refletir e voltar com outra mentalidade e sonoridade mais apurada sem esquecer as essências.

Integrantes:

Fabio Macieira voz e guitarra

Marcilho Gomes guitarra solo

Igor Attila voz e Contrabaixo

Francisco Jander Bateria

E-mail: neuroticoedestruidor@gmail.com

Estilo: PSICODÉLICO – ALTERNATIVO CROSSOVER AGRESSIVO OU SIMBIOSE

Nós da Rede

Anderson Severo

Agitador Cultural em Sub_Discos
Comecei a ouvir Rock N'Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence.Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo.
Até que quis montar minha própria banda.
No decorrer da caminhada passei por projetos como:
2000 - Resistência Aflita
2004 - Kaos Eminente
2006 - Estado Crítico
2014 - Insulto Verbal
2015 - Atualmente faço parte dos Projetos
Capa Preta e Exclusão Social.
Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.
Avatar
Nós da Rede

Últimos posts por Anderson Severo (exibir todos)

Avatar

Anderson Severo

Comecei a ouvir Rock N' Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence. Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo. Até que quis montar minha própria banda. No decorrer da caminhada passei por projetos como: 2000 - Resistência Aflita 2004 - Kaos Eminente 2006 - Estado Crítico 2014 - Insulto Verbal 2015 - Atualmente faço parte dos Projetos Capa Preta e Exclusão Social. Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.