Mercenárias ganhará biografia escrita por jovem autor

Olá, tudo bem? Uma das bandas mais cultuadas do pós-punk tupiniquim terá vida retratada em um livro. Falo das Mercenárias, banda paulistana formada em 1982. Abaixo dou mais detalhes sobre o projeto:

Foto: Rui Mendes

Uma das bandas mais transgressoras do rock brasileiro, as Mercenárias terá vida retratada em uma biografia inédita escrita por Lucas Lima. “Somos Sucesso – A Biografia das Mercenárias” terá prefácio de Leo Moreira Sá, que foi baterista do grupo e ilustrações de Paloma Miguel, além de uma ampla seleção de fotos. O lançamento está programado para 2021.

O projeto teve início em 2018, quando Lucas começou as pesquisas. Na ocasião, os esforços tiveram como resultado um trabalho de conclusão de curso, defendido em dezembro de 2019 na Faculdade Paulus de Comunicação, onde Lucas graduou-se em jornalismo. O projeto recebeu elogios do jornalista Rodrigo Carneiro, que estava na banca avaliadora.

“Aceitei receber o arquivo em word de “Somos Sucesso – A Biografia das Mercenárias”. Fiquei aliviadíssimo após a leitura na tela: era um belo material, pronto para receber um tratamento de editora e ganhar as ruas”, publicou o jornalista em suas redes sociais.

“Lucas Lima recupera neste livro o período mágico de vida das Mercenárias. Foram pouco mais de meia década com o recheio de loucas histórias que ele foi fuçar entrevistando as ex-integrantes e testemunhas sobreviventes daquela época. Tem questões como tráfico de drogas, suicídio, transexualidade, ligações com o mundo da moda, as origens nos corredores do curso de Comunicação da USP. Coisas que explicam muitas dúvidas de fãs angariados na década de 1980. Uma trajetória incrível que contextualiza uma das maiores bandas alternativas de nosso país”, diz o jornalista Abonico Smith.

A obra conta a história do grupo paulistano desde a fundação, em 1982 até 1988, quando as Mercenárias foram demitidas da gravadora EMI-Odeon.

“Após a apresentação do projeto na Faculdade, fiz mais pesquisas, entrevistas e correções. Busquei jornalistas e pesquisadores para darem uma visão crítica também sobre a obra da banda, assim como conversei com todas as integrantes do grupo novamente”, diz Lucas. “Estou trabalhando agora com meu editor (divulgaremos em breve a editora que lançará o livro) no texto e dando mais detalhes nas cenas. Deixo em destaque que, como pesquisador, trabalho com vestígios e, portanto, não tenho como saber com total certeza sobre a verdade sobre alguns acontecimentos. Até por isso, quando necessário, a narrativa terá as diversas versões para os fatos”, completa.

Site sobre o projeto

Foi criado na plataforma Medium um site, onde será divulgado, pouco a pouco, detalhes sobre o projeto. A cada mês será revelado um título de capítulo, junto com a ilustração que estará no início do mesmo, de autoria de Paloma Miguel.

Confira em: medium.com/somossucesso

Sobre o autor

Lucas Lima é formado em jornalismo pela Faculdade Paulus de Comunicação e trabalha na área cultural desde 2016. É fundador do site Eufonia Brasileira (que hoje é uma coluna do site Palco Alternativo) e do Eufonia Brasileira Podcast. Já contribuiu para veículos como Tenho Mais Discos Que Amigos e Whiplash.

 

Avatar
Nós da Rede
Avatar

Anderson Severo

Comecei a ouvir Rock N' Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence. Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo. Até que quis montar minha própria banda. No decorrer da caminhada passei por projetos como: 2000 - Resistência Aflita 2004 - Kaos Eminente 2006 - Estado Crítico 2014 - Insulto Verbal 2015 - Atualmente faço parte dos Projetos Capa Preta e Exclusão Social. Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.