Ligante Anfetamínico comemora aniversário com disco de vinil

Ligante Anfetamínico comemora aniversário com disco de vinil

Trabalho está em pré-venda

Toda banda de rock que se preze sonha em poder ouvir suas músicas autorais divididas entre o Lado A e o Lado B de um disco de vinil. Pois os caxienses da Ligante Anfetamínico resolveram realizar esse sonho de moleque justamente no ano em que celebram 20 anos de trajetória. Por meio de uma parceria com o selo do Lombra Records, de Brasília, os caras estão organizando uma tiragem de LP (capa acima), já disponível aos fãs em pré-venda pelo Facebook da banda.

Lingante 20 anos
Reprodução / Reprodução

O disco tem 13 gravações originais, compilado de registros lançados nos três discos de estúdio e na primeira demo da banda. É como uma coletânea revisitando todos os momentos da banda, porém, com o adendo do charmoso chiado característico do vinil. – Nossa, ouvir em vinil é muito melhor, outra história. Sem contar que tem aquele ritual de manusear a capa, ler o encarte – comenta o baterista Luciano Paim, que integra a banda ao lado de Esqueleto (vocalista), Jocemar Muller Boeira (guitarra) e Alex Bomfim (baixo).
Por falar em encarte, o da Ligante traz uma espécie de colagem com as várias formações da banda, matérias de jornal e flyers de show, um legítimo remember dos 20 anos.
Disco tem compilado da trajetória da banda.

Nós da Rede

Anderson Severo

Agitador Cultural em Sub_Discos
Comecei a ouvir Rock N'Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence.Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo.
Até que quis montar minha própria banda.
No decorrer da caminhada passei por projetos como:
2000 - Resistência Aflita
2004 - Kaos Eminente
2006 - Estado Crítico
2014 - Insulto Verbal
2015 - Atualmente faço parte dos Projetos
Capa Preta e Exclusão Social.
Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.
Avatar
Nós da Rede

Últimos posts por Anderson Severo (exibir todos)

Avatar

Anderson Severo

Comecei a ouvir Rock N' Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence. Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo. Até que quis montar minha própria banda. No decorrer da caminhada passei por projetos como: 2000 - Resistência Aflita 2004 - Kaos Eminente 2006 - Estado Crítico 2014 - Insulto Verbal 2015 - Atualmente faço parte dos Projetos Capa Preta e Exclusão Social. Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.