Lendas do death metal, Kataklysm anuncia seu 14º disco, “Unconquered”

O peso pesado do death metal Kataklysm está prestes a lançar o 14º disco da carreira, “Unconquered” (25 de setembro, via Nuclear Blast), e acaba de disponibilizar o primeiro single ‘The Killshot’. A música, que também ganhou versão videoclipe, pode ser conferida aqui:

 

A banda comenta sobre o single. “´The Killshot’ é uma música maquiavélica (alusivo a atos negativos, em negação a leis morais, de acordo com a doutrina de renascentista Nicolau Maquiavel). Trata sobre vingança e como aplicá-la. Escrevemos a canção de uma forma abrangente, para que cada pessoa possa interiorizar a mensagem de acordo com sua história de vida. No geral, o vindouro álbum fala de como superar dores e contratempos, uma mensagem pertinente aos dias atuais”, enfatizam.

O vídeo foi produzido em fevereiro deste ano em Atlanta (Georgia, Estados Unidos), com o diretor  Scott Hanson. “Assistimos a algumas de suas produções e optamos por tentar seu estilo junto ao  Kataklysm. A experiência foi fantástica e nunca nos esqueceremos isso”, eles destacam e lembram que tudo aconteceu no início do aumento dos casos de covid-19 no país. “Estávamos sentados no aeroporto e pela primeira vez vimos pela TV que os Estados Unidos enfrentaria um lockdown por causa da pandemia da covid-19”.

Unconquered” foi gravado e produzido pelo produtor de longa data do Kataklysm, o também guitarrista JF Dagenais, no JFD Studio, em Dallas (Texas). A mixagem ficou por conta do lendário  Colin Richardson, com ajuda de Chris Clancy, que colocaram peso e modernizaram a sonoridade da banda. Eles garantem: “Unconquered” está entre os álbuns da extensa discografia com excelente produção.

O coração da besta, que também aparece nos discos “The Arms Of Devastation” (2006), “Prevail” (2008) e “Heaven’s Venom” (2010), reaparece na capa de “Unconquered“, concebida pelo artista Blake Armstrong.

Fonte: IDL Press

Avatar
Últimos posts por Marcio Machado (exibir todos)
Avatar

Marcio Machado

Estudante de História pela Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), mas com o pé no jornalismo musical, desde os 12 anos se arriscava à escrever sobre o que ouvia em cadernos, se enveredando pela escrita jornalistica do Metal desde 2016 com o Whiplash, tendo de lá para cá, 80Minutos, Headbangers News, Gaveta de Bagunças, Headbangers Brasil e recentemente o Imprensa do Rock, como casas para seus textos e chatices. Tem como bandas de cabeceira Korn, Alice in Chains e Pantera, mas fã de muita coisa dos anos 90, a melhor década.