Kadavar @ Fabrique Club – São Paulo/SP (03/03/2018)

Kadavar agita a galera no Fabrique Club

Senti o chão do Fabrique Club tremer, as paredes pareciam inflar e voltar ao normal de instante em instante, não era para menos, foi show dos Alemães do Kadavar.

Antes do trio Alemão, sobem ao palco a interestadual brazuca: Disaster Cities, inciando sua turnê Lowa. Tocando oito músicas, nos envolve com seus riffs cadenciados e melodias pegajosas. Stoner, doom e grunge, numa mescla da pegada do rock dos anos 70 com os 90.

LINE UP:
Ian Bueno ( Bateria)
Matheus Andrigui (Guitarrista)
Rafael Panegalli (Baixo)

SETLIST:
1- The rats testimony
2-Brave New heart
3- Right next to you
4 – Heart broken robot
5 – Death blues
6- Blow
7- Mice And trashcans
8 – Stooges – search and destroy

Após um pequeno intervalo é a vez da Grindhouse, banda paulista de stoner rock, que já haviam tocando em Belo
Horizonte com os Alemães, dias antes. Fizeram um bom show, contribuindo com suas nove músicas para o
aquecimento do público.

LINE UP:
Leandro Carbonato (voz e guitarra),
Roger Marx (baixo),
Luiz Natel (voz e guitarra)
Gustavo Cardoso (bateria).

SETLIST:
1- Burn like fire
2- Titi
3- Centaurus
4- Cleanliness
5- Liquid Brain
6- Desert of Afliction
7-Television Never Lies
8-Red Pill
9-You Stink, Motherfucker

Aos poucos o Fabrique foi lotando, e após a vistoria minuciosa do roadie e técnico de som, entra a atração principal.

Demonstrando porque são chamados de “power trio”, com um energia doada pelos deuses do rock, Kadavar chega empolgando mais ainda a legião de fãs que foram presenteados com um show sensacional.
A Gibson turbinada de Christoph “Lupus” Lindemann, parecia ter vida própria, Lupus usa e abusa dos fuzz,
distortion e wah wah, e a cada música envolve à todos na atmosfera psicodélica alucinante dos anos 70. A viagem é louca, o frenesi do agito incansável de sua longa cabeleira loira arruivada é hipnotizante. Seus companheiros de palco, o baterista Christoph “Tiger”e o baixista Simon “Dragon” Bouteloup, seguem na mesma sinergia pirante contagiando a todos. Cada um demonstrando o talento que tem.

Surpreendeu-me tocarem logo no começo “Doomsday Machine”, achava que ficaria para o “Bis”. Tocaram músicas dos primeiros álbuns e do novo, lançado pela Nuclear Blast, “Rough Times”, em 29 de setembro de 2017 . O público se manteve presente, demonstrando que acompanha mesmo a banda, cantando empolgadamente
uma das faixas desse álbum, “Die baby die”, um som contagiante. No Encore, a galera foi a loucura quando Tiger retorna com garrafas de cerveja e oferece duas ao público que estava na frente do palco, e tocam mais um pouco para nosso deleite.

 

E quando o show acabou, o cérebro estava a mil, querendo mais, mas é hora de voltar para Terra. Energia master, valeu Kadavar, voltem breve!!

LINE UP
Christoph “Lupus” Lindemann – Guitarra e Vocal
Christoph “Tiger” Bartelt – Bateria
Simon “Dragon” Bouteloup – Baixo

SETLIST:
1-Skeleton Blues
2-Doomsday Machine
3-Pale Blue Eyes
4-Into the Wormhole
5-Die Baby Die
6-Living in Your Head
7-The Old Man
8-Black Sun
9-Forgotten Past
10-Purple Sage
11-Thousand Miles Away From Home
12-All Our Thoughts
13-Come Back Life

Texto : Jani Morales

Fotos: Leandro Almeida – gentilmente concedidas – feitas originalmente para os sites: linerockers.com.br/ & www.fotorua.com.br/index