HellArise: banda que emana poder e energia em suas músicas

hellarise_pressfront

Ouça uma música enquanto lê a entrevista:

A HellArise é uma banda que emana poder e energia ao transmitir um som de Death Metal ora mesclando com o Metal Tradicional e o Thrash Metal. As integrantes Flávia Morniëtári (vocal) e Mirella Max (guitarra) concederam uma entrevista a Imprensa do Rock para falar um pouquinho do trabalho da banda, o que elas ouvem, indicam e algumas curiosidades a mais. Confiram!

IDR: Como começou a banda e quem sugeriu a ideia de montar o “HellArise”?

Flávia: O conceito da HellArise como é hoje, na verdade, surgiu depois da formação da banda.

Mirella: Tudo começou como um projeto de cover de metal variado, sem muito direcionamento. A coisa só tomou rumo cerca de um ano depois, quando começamos a experimentar com um estilo mais agressivo. Tudo graças a veia mais extrema minha, da Flávia e, na época, da Fernanda Lira que era baixista.

IDR: E “HellArise” de onde vem e o que significa?

Flávia: É um jogo de palavras. Como o pessoal associa muito o metal com inferno e coisas do demo a gente resolveu usar a palavra “Hell” mas ao mesmo tempo “HellA” é a deusa nórdica do submundo.

IDR: O que cada um costuma escutar no dia a dia?

Flávia: Olha, a gente escuta TANTA coisa diferente que fica difícil colocar aqui o que cada um escuta. Mas vai do Euro Pop ao Black Metal.

IDR: Como foi feita a produção do recente EP “Functional Disorder”?

Mirella: A ideia do EP surgiu quando quase todos os membros da banda saíram e outros entraram no lugar. Por causa da mudança de formação e de ideias novas que estavamos tendo, o direcionamento musical começou a mudar, e as músicas novas que tinhamos já compostas não se encaixavam mais com a proposta. Pra não descartarmos as essas ideias, das quais realmente gostávamos, resolvemos gravar um EP para fechar esse ciclo e começou um novo. A produção toda do EP e do videoclipe da “More Mindless Violence” foi toda registrada em vídeo e pode ser conferida no nosso canal do YouTube: youtube.com/hellariseofficial

IDR: E sobre o vídeo clipe para a música, quem teve a ideia para gravar numa espécie de “campo de batalha” e todas as encenações?

Flávia: Como sugere o nome da música, o tema principal é violencia, revolta, etc, daí para pensar em um “campo de batalha” foi um passo meio natural.

IDR: Após um single, a banda merece um álbum. Como anda a gravação para o primeiro full-lenght? Já está em produção?

Flávia: Por causa dessas mudanças todas de formação, lançamento do EP, clipe e etc, ainda estamos na fase de composição.

IDR: O que vocês indicariam para aqueles que querem começar uma banda?

Flávia: Música é uma coisa complicada, principalmente aqui no Brasil. Então se você pensa em entrar nesse ramo, tenha certeza de que é realmente isso que você quer.

IDR: Os equipamentos que a banda usa, quais são?

Mirella: É muita coisa pra citar, mas entre gravação e ao vivo, usamos equipos das marcas Shure, Boss, Cort, Epiphone, Randall, Sabian, Mapex, entre outros.

IDR: Indiquem artistas e influências para que os fãs possam conhecer mais um pouco sobre do por que o estilo ao qual escolheram.

Flávia: São muitas coisas que nos influenciam, não só o Death Metal, então acho que seria injusto com os outros estilos citar apenas 6 álbuns. É coisa demais pra classificar. Mas as bandas que mais influenciam bastante o nosso som são Arch Enemy, Metallica, Moonspell e as formas de composição do Rotting Christ.

Mirella: Mas ainda assim é impossível citar algumas bandas sem ser injusto com o resto. (risos)

IDR: Sobre agenda de shows, existem datas confirmadas ou ainda estão confirmando datas? Comentem.

Mirella: Ambos! (risos) Temos shows já fechados para o segundo semestre e alguns outros ainda sendo negociados. Mas continuamos com a agenda aberta para produtores interessados.

IDR: Deixem links aos quais os fãs e leitores possam descobrir mais sobre a banda.

Flávia: Vocês podem descobrir mais sobre a banda nos seguintes endereços:

IDR: E por favor, deixem um recado para os fãs e aos leitores. O espaço é de vocês.

Mirella: Agradecemos pelo espaço cedido e a paciência de terem lido até aqui. Para ficarem sempre antenados nas novidades sobre a banda nos sigam no Facebook, Twitter e demais redes sociais. Nos vemos nos palcos!

Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos