Festival LETS GO GRRLS  2

Festival LETS GO GRRLS  2

Em 9 de março, um dia depois da aclamada data que se diz homenagear as mulheres, são elas que sobem ao palco para gritarem que querem muito mais que um dia: querem igualdade de direitos e respeito.

É o Projeto LET´s GO GRRRLS 2, criado em 2005 e composto por uma coletânea em CD e um Festival, reunindo bandas com representação feminina, mostrando que o lugar da mulher é onde ela quiser – inclusive no Rock.

O projeto LET’s GO GRRRLS visa a circulação de bandas undergrounds com representação da mulher.

Afim de evidenciar o impacto, apenas bandas com vocalistas mulheres foram escolhidas: 21 para o CD; 9 para o festival; dessa vez, com 4 bandas do Paraná e 5 bandas de São Paulo.

O festival quer movimentar mais do que o cenário local. Mulheres no rock existem em todos os estados do Brasil. 

Serviço :

FESTIVAL LET´S GO GRRRLS 2

Data: 09 de março de 2019 – às 18 horas.

Local: BAR CATIVEIRO – AV. PRESIDENTE CASTELO BRANCO, 1537 – Londrina – PR Com as nove bandas: DOPAMINA (Curitiba), SAPATARIA (São Paulo), MERCY KILLING (Curitiba), SURFACE (Londrina), CONTINUE (São Bernardo do Campo) , OFENSA (Pato Branco), ESKRÖTA (São Carlos), RATAS RABIOSAS (São Paulo) e TEORIAS DO AMOR MODERNO (São Paulo) .

Faixa etária: acima de 18 anos Ingresso: 10 reais (entrada e CD Let´s Go Grrrls 2) * Todo valor arrecadado será doado para a ADA Associação Defensora dos Animais Londrina. Patrocínio: PROMIC – Prefeitura de Londrina. Produção: Lab Rec Mais Informações:

Evento: https://www.facebook.com/events/2207077469557410/

 

Sapataria – EP [full album]

Mercy Killing – Euthanasia/Life


SURFACE: “GROW UP” – Adega  Nostra-Vamos Rock Bar – Cascavel – PR

Continue – Valerie (Versão) ao vivo no Batalha de Bandas



ESKRÖTA – Bife do Inferno [Ao Vivo na Pé de Macaco S/A]


RATAS RABIOSAS NÃO DA MAIS PRA AGUENTAR

PRODUÇÃO SELO LAB REC
O selo Lab Rec surgiu oficialmente em 1994 para nomear as
produções feitas por Luis Eduardo (Cientista), que movimenta o cenário
local e nacional com bandas, fanzines, compilações em CD,
documentários, etc, desde 1987. Inspirado na filosofia Punk do “Faça
você mesmo”, procurou fazer as oportunidades acontecerem, ao invés
de esperar elas caírem do céu.


Com 15 obras produzidas, entre CDs e DVDs, suas tiragens
sempre foram a partir de 1000 cópias de cada título. E através de suas
coletâneas divulgou e revelou várias bandas. Além de dezenas de
shows e documentários realizados.

Nós da Rede

Anderson Severo

Agitador Cultural em Sub_Discos
Comecei a ouvir Rock N'Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence.Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo.
Até que quis montar minha própria banda.
No decorrer da caminhada passei por projetos como:
2000 - Resistência Aflita
2004 - Kaos Eminente
2006 - Estado Crítico
2014 - Insulto Verbal
2015 - Atualmente faço parte dos Projetos
Capa Preta e Exclusão Social.
Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.
Avatar
Nós da Rede
Avatar

Anderson Severo

Comecei a ouvir Rock N' Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence. Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo. Até que quis montar minha própria banda. No decorrer da caminhada passei por projetos como: 2000 - Resistência Aflita 2004 - Kaos Eminente 2006 - Estado Crítico 2014 - Insulto Verbal 2015 - Atualmente faço parte dos Projetos Capa Preta e Exclusão Social. Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.