Extreme: após duas décadas banda desembarcou novamente em SP com Richie Kotzen

Na noite do último sábado (13/06), no HSBC Brasil, em São Paulo, tivemos duas apresentações memoráveis de bandas que praticam o Hard Rock da forma como ele tem que ser a mais de 30 anos cada uma. De um lado, Richie Kotzen, inúmeros álbuns lançados, ex guitarrista do Mr. Big e atualmente participando do projeto The Winery Dogs ao lado de Mike Portnoy (ex Dream Theather). No outro, Extreme com cinco álbuns de estúdio lançados, diversos hits emplacados nas rádios e “More Than Words” sendo considerado seu maior sucesso. A banda apresentou Pornograffitti II na íntegra.

Richie Kotzen

Richie Kotzen - Foto por: © Matheus Silva - Imprensa do Rock

Richie Kotzen – Foto por: © Matheus Silva – Imprensa do Rock

Assim que entramos no HSBC Brasil, a casa estava parcialmente cheia, muita música boa como som ambiente tocando e uma boa repercussão tomava conta desde Bon Jovi a Dio. Conforme a casa ia enchendo, as 20h30 em ponto como combinado, as luzes do HSBC Brasil se apagam e damos de cara com um Richie Kotzen direto ao ponto sem muita enrolação, não cumprimentou público e foi fazer o que ele sabe de melhor: “destruir” a guitarra em um bom modo. Tocou diversos clássicos, solos que fizeram a galera e fãs encher os olhos e diversos palavrões em forma de elogios serem soltos como forma de expressar suas felicidades. Diversos hits e novidades foram executados no show de Richie Kotzen.

Extreme

Richie Kotzen - Foto por: © Matheus Silva - Imprensa do Rock

Richie Kotzen – Foto por: © Matheus Silva – Imprensa do Rock

O Extreme desembarcou no HSBC Brasil para uma verdadeira cerimônia de admiração e respeito com os fãs. Além de tocar um dos álbuns mais aclamados o “Pornograffitti II“, desembarcou pela segunda vez em São Paulo para tocar seus maiores hits e emocionar os fãs. Para quem não assistiu a banda a 23 anos atrás e quem conseguiu assistir, conseguiram ver um Extreme renovado, simpatia, danças engraçadas fazendo parte do teatro o tempo inteiro e claro, músicos que interpretam suas músicas da forma como tem que ser.

O show começou alguns minutinhos após o horário combinado, com as luzes do HSBC Brasil se apagando por completo, a galera gritou de felicidade, “Pornograffitti II” foi tocada na sequência e totalmente na íntegra, os pontos altos podemos citar “Decadence Dance”, “More Than Words”, “Song for Love”, “Hole Harted” com uma pitada de Queen em “Crazy Little Thing Called Love”.

Casais de namorados apareceram em peso para esse incrível show, provavelmente aguardando ansiosamente “More Than Words” que foi cantada do começo ao final por todos os fãs, com direito a gritarias das menininhas da grade e os integrantes brincando quem levaria a melhor cantando a canção se eram eles ou o público. “Hole Harted” também foi incrivelmente muito vibrada, as mãos de todos erguidas acompanhando os refrãos e a clássica batidinha melodiosa do bumbo ajudou ainda mais a esquentar o público para a segunda parte maravilhosa do show que estava por vir.

A segunda parte do show contou com verdadeiros clássicos “Play With Me”, “Rest In Peace”, “Am I Ever Gonna Change” e “Cupis Dead” – esse encore teve problema técnico na guitarra de Nuno Bettencourt, mas isso não impediu que parecesse de tocar e apontando constantemente para a produção do evento nas laterais do palco continuou dando o seu melhor para que o público matasse a saudade dos longos 23 anos de espera e os fanáticos por guitarras que estavam presentes puderam sentir um gostinho a mais do que Bettencourt sabia fazia de melhor bem de pertinho.

O show encerrou com os músicos bem humorados, piadinhas sobre o trabalho na segunda feira, as danças que fizeram todo mundo dar risada e no final do show, inesperadamente, o Extreme saltou no meio do público e cumprimentou a todos que eles conseguiram, autógrafos, fotos e o que mais os fãs conseguissem lembrar de fazer com os músicos fazendo terminando assim, com chave de ouro, uma noite mágica no HSBC Brasil. Rapazes, não esperem passar mais 23 anos para que retornem ao Brasil, por favor!

Resenha por: Victor Santos // Fotos por: Matheus Silva
Agradecimentos pelo credenciamento: HSBC Brasil e Free Pass

Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos