Entrevista exclusiva com a banda da Africa do Sul INCARNATE DEITY

FOTO PROMO

O Incarnate Deity apresenta seu novo álbum “Theodicy”, uma mistura de death e black metal com orquestração sinfônica voltada para fãs de SepticFlesh, Dimmu Borgir, Carach Angren, Fleshgod Apocalypse. Este projeto de metal cristão cria sons épicos de death metal enegrecido para fãs cristãos e seculares. Aproveite!
(Mixagem e masterização por Allen Purkiss do Dreamlab Studio)

 

1. Conte pra galera como a banda se formou e quais as inlfuencias que assumiram para criar o som de vocês, super único e cheio de elementos?

Meu nome artístico é Zerachiel. Sou um músico de destaque na cena do metal sul-africano tocando em Surdus, Forsaking Fate, Omentum e Nerve Zero. Eu sou o único membro da Deidade Encarnada. Toco guitarra e baixo e fiz os vocais do álbum, bem como a orquestração e a composição.

2. Sobre o nome da banda, como foi a escolha? Porque esse nome?

Quando decidi escrever metal com uma mensagem cristã, o nome Incarnate Deity simplesmente surgiu na minha cabeça.

3. Falem sobre o processo criativo tanto das letras quanto da parte musical do álbum “Incarnate Deity”?

Uma grande coisa para mim foi escrever um álbum que agrada a todos. Tem uma mensagem cristã, mas não é enfadonho e lida com questões da vida real, como perda e sofrimento. Qualquer um deve ser capaz de ouvi-lo sem se sentir religioso.

4. Como se deram as gravações? Como escolheram a harmonização dos instrumentos?

Gravar é sempre bom. Normalmente, tenho músicas totalmente compostas antes de começar a rastrear. Existem algumas harmonias e, por ser metal e especificamente black metal, as harmonias são baseadas em 3ª ou trítono menor.

5. Quais as próximas façanhas da banda? Pretendem lançar vídeos? Tem alguma previsão para shows pós-pandemia?

Eu acho que seria legal tocar essa música ao vivo. Eu só teria que conseguir alguns membros ao vivo.

6. Como é o cenário do metal ai na terra de vocês?

A cena do metal na África do Sul é um sucesso e um fracasso. Temos ótimas bandas e alguns fãs verdadeiramente leais. Mas, como a maioria das cenas, há muita política e isso pode resultar em algumas bandas que trabalham duro, mas não obtém reconhecimento.

7. Como o vocal trabalha os drives? Tem alguma preparação especial para a voz?

Minha técnica de aquecimento é basicamente fazer os vocais, mas muito mais suave e aumentar lentamente o volume até me sentir pronto.

8. Conhecem alguma banda brasileira que curtem (não vale falar Sepultura ein, haha)?

Todo mundo conhece o Sepultura – eles até já estiveram na África do Sul. Eu seria negligente se não mencionasse as bandas do selo de que faço parte (Christian Metal Underground Records via Vision of God Records).

Bandas brasileiras incluem: Antidemon, Demoniciduth e Satan Decapitate.

9. O que fazem no tempo livre?

Música, filmes e videogames.

10. Deixem um recado para galera aqui no Brasil!

Metalheads brasileiros – vocês são demais. Ouvi dizer que são um dos públicos que mais apoiam o metal. Eu farei o meu melhor para que uma das minhas bandas toquem ai para vocês um dia. Nesse ínterim, escutem o meu álbum “Theodicy”.

Line-up:
Zerachiel – guitar, bass, vocals, drums and orchestration

Links:
https://www.facebook.com/ChristianMetalUndergroundRecords/
https://www.facebook.com/VisionofGodRecords/

Incarnate Deity present their new album “Theodicy”, a blend of death and black metal with symphonic orchestration aimed for fans of SepticFlesh, Dimmu Borgir, Carach Angren, Fleshgod Apocalypse. This Christian metal project creates epic blackened death metal sounds for both Christian and secular fans alike. Enjoy it!
(Mixing and mastering by Allen Purkiss of Dreamlab Studio)

First of all, the website imprensa do rock, thanks you so much for your time!

1.Who is talking with us? Tell people how the band was formed and what influences you took to create your sound, super unique and full of elements?

My stage name is Zerachiel. I’m a prominent live musician in the South African metal scene playing in Surdus, Forsaking Fate, Omentum and Nerve Zero. I’m the sole member of Incarnate Deity. I play guitar and bass and did the vocals on the album, as well as the orchestration and composition.

2.About the name of the band, how was the choice? Why this name?

When I decided to write metal with a Christian message, the name Incarnate Deity just popped into my head.

3.Talk about the creative process of both the lyrics and the musical part of the album “Theodicy”?

A big thing for me was to write an album that appeals to everyone. It’s got a Christian message but it’s not preachy and it deals with real life issues like loss and grief. Anyone should be able to listen to it without feeling preached at.

4.How did the recordings go? How did you choose to harmonize the instruments?

Recording is always good. I normally have songs fully composed before I start tracking. There are some harmonies and because it’s metal and specifically black metal the harmonies are either minor 3rd or tritone based.

5.What are the band’s next exploits? Do you intend to release videos? Do you have a forecast for post-pandemic shows?

I think it would be cool to play this music live. I’d just have to get some live members.

6.How is the metal scene in your land?

Metal scene in South Africa is hit and miss. We have great bands and some truly stalwart fans. But like most scenes, there’s a lot of politics and that can result in some hard working bands not getting recognition.

7.How does the vocal work the drives? Do you have any special voice preparation?

My warm-up technique is basically doing vocals but a lot softer and slowly increasing in volume until I feel ready.

8.Do you know any Brazilian band that you like (worth talking about Sepultura, haha)?

Everyone knows Sepultura – they’ve even been to South Africa. I’d be remiss to not mention bands on the label that I’m a part (Christian Metal Underground Records via Vision of God Records).

Brazilian bands include: Antidemon, Demoniciduth and Satan Decapitated.

9.What do you do in your free time?

Music, movies and video games.

10.Leave a message for everyone here in Brazil!

Brazilian metalheads – you guys rock. I hear that you are one of the most supportive audiences in the world. I will do my best to get one of my bands to play for you one day. In the meantime, please check out Incarnate Deity’s Theodicy.

Paula Alecio
Paula Alecio

Paula Alecio

Sou bióloga de profissão e metaleira de coração e alma. Adoro sempre conhecer novas vertentes no rock e no metal, ir aos shows alimenta minha alma sedenta de heavy metal, e me faz sentir viva. Por isso mantenho o site no ar, para ajudar nossas bandas a irem mais longe! Estamos juntos nessa estrada conflituosa e cheia de vicissitudes.