Doro: “relação com os fãs é o que me dá forças para sobreviver na indústria da música”, afirma

dorowarlock

doroperschwarlockDoro Pesch, a rainha do Metal alemã recentemente concedeu uma entrevista ao I’m Music Magazine; em que falou sobre planos para futuros materiais e o que mais se orgulha em seus longos 30 anos de carreira.

Confira a entrevista completa em inglês aqui!. Abaixo, alguns trechos do bate-papo.

Perguntada sobre planos para novo material a qualquer momento, Doro afirma:

“Sim. O primeiro single será lançado em abril, intitulado “Love’s Gone To Hell”, e nós apenas lançamos um belo vídeo com a ajuda de nossos fãs. Nós fizemos isso pela primeira vez com Kickstarter porque a música é tão grande e eu não queria esperar até que o disco fosse feito para liberá-la. Eu acho que o álbum completo sai no próximo ano, porque ainda estamos fazendo algumas composições para ele. Essa música tem tanta magia que eu realmente quero tirá-la agora. É uma canção mid-tempo, como uma balada, mas não a tradicional balada. O vídeo é bonito e muito old-school, como nos anos 80. Eu não queria fazer um pequeno vídeo que só parecesse razoável; queria fazer algo realmente bonito. Nós filmamos em um dos mais belos castelos que eu já estive em minha vida. Depois fomos em todo o mundo para filmar o vídeo, e é uma história de amor que vai para o inferno. Eu só vi o esboço, e é muito bom. Eu acho que vai sair no começo de abril. É um maxi-single com duas músicas do DVD, “It Still Hurts”, novamente para o Lemmy, e duas novas canções: “Rock To Death”, que é com Hansi Kürsch do Blind Guardian, e “Save My Soul” . Sinto muito – elas não são novas canções, mas versões ao vivo a partir do próximo DVD. Também inserimos a demo de “Love’s Gone To Hell”.

O que mais se orgulha nesses longos 30 anos de carreira:

“Estou tão feliz que ainda podemos ir em qualquer lugar no mundo, fazer um show e todos os diehards vão aparecer. É esse entusiasmo e alegria que posso sentir aos olhos dos fãs quando os encontro em todo o mundo. Há sempre aquele raio de luz em seus olhos, e ele parece significar alguma coisa para eles, e essas lembranças eu nunca vou esquecer. Normalmente, eu conheço os fãs pelo nome, mas às vezes eu só me lembro de seu rosto, mas eu sempre gosto de falar com eles. Eles têm as melhores coisas para dizer. Havia uma senhora da Bélgica chamada Vanessa e ela só fala francês. Ela escreveu uma carta para mim, e seu maior desejo era ter uma canção minha em francês, porque ela não entende Inglês muito bem. Eu lhe disse que iria fazê-la, mas eu não sabia quando, mas eu prometi que o faria. Meses depois, eu tinha essa canção chamada “Herzblut” fora do meu álbum “Fear No Evil”, e a melodia era linda. Era em alemão e eu traduzi para o francês e ela ficou enorme. Eu disse a ela que a canção era para ela e ela ficou tão feliz; ela me disse que ela tinha dois meninos que eram metalheads e que ela gostaria de ter uma menina novamente. Se ela tivesse, ela disse que iria chamá-la de Doro, e eu perguntei o que ela faria se ela tivesse um outro rapaz… então ela me disse em seguida que ela iria chamá-lo de Herzblut. E sabe de uma coisa? Herzblut está vivo e bem, e eu acho que ele tem agora quatro anos de idade e é um garoto lindo. Coisas como essa significam muito para mim. Isso me dá forças para continuar e para sobreviver na indústria da música.”

Veja Doro e Lemmy Kilmister dividindo o palco em 2003.

Fonte: Blabbermouth
Tradução: Sara Ferrer
Edição: Victor Santos

Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos