Doomsday Hymn: banda retorna com clipe inédito

Doomsday Hymn: banda retorna de hiato com clipe inédito. Confira

Após uma pausa de 2 anos em sua carreira onde nenhum lançamento foi feito, a banda curitibana Doomsday Hymn retorna ao cenário nacional apresentando a nova formação, nova identidade visual e uma nova roupagem sonora.

A formação desta vez conta com 4 membros, sendo o vocalista Gil Lopes o único da formação original. Além dele, temos os novatos Renato Ribeiro (guitarra de 6 e 7 cordas), João Rafael (baixo) e Jairo Messias (bateria).

Com o retorno da banda, lançam um clipe para o novo single, intitulado “O Fim”, que conta com a participação de ex membros.

A faixa foi gravada em Curitiba no Vox Dei Studio com produção de Tiago Brandão.

Segundo Gil Lopes: “A ideia de trazer a banda de volta veio pois, o Doomsday faz parte de mim. Não havia um só dia nesses dois anos em que eu não pensasse em voltar, eu nunca parei de compor músicas para o DDH, temos algumas músicas prontas e outras em pleno processo de composição.”

Sobre a nova proposta musical, ele complementa que veio da necessidade que percebia na formação antiga de atingir um público mais jovem além, de voltar a ideia inicial da banda que trazia uma pegada mais moderna. “Em algum momento nós perdemos um pouco disso e nos tornamos mais técnicos e eu quero fazer músicas que empolgue toda galera, desde o publico mais old school ao novo público que curte o mosh e o circle pit.”

Clipe “O Fim”

https://www.youtube.com/watch?v=kv3X-Zyq9uQ

 

Doomsday Hymn é:

Gil Lopes: vocal

Renato Ribeiro: guitarra

João Rafael: baixo

Jairo Messias: bateria

Contatos:

Site: doomsdayhymn.net

E-mail: doomsdayhymn@gmail.com

Facebook: facebook.com/DoomsdayHymn

Instagram: @doomsdayhymn

Nós da Rede

Anderson Severo

Agitador Cultural em Sub_Discos
Comecei a ouvir Rock N'Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence.Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo.
Até que quis montar minha própria banda.
No decorrer da caminhada passei por projetos como:
2000 - Resistência Aflita
2004 - Kaos Eminente
2006 - Estado Crítico
2014 - Insulto Verbal
2015 - Atualmente faço parte dos Projetos
Capa Preta e Exclusão Social.
Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.
Avatar
Nós da Rede

Últimos posts por Anderson Severo (exibir todos)

Avatar

Anderson Severo

Comecei a ouvir Rock N' Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence. Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo. Até que quis montar minha própria banda. No decorrer da caminhada passei por projetos como: 2000 - Resistência Aflita 2004 - Kaos Eminente 2006 - Estado Crítico 2014 - Insulto Verbal 2015 - Atualmente faço parte dos Projetos Capa Preta e Exclusão Social. Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.