Deep Purple: proporcionando noite mágica com clássicos e atuais na capital paulista

Conseguimos realizar uma proeza: assistir a um show dos dinossauros do Deep Purple. E a Imprensa do Rock contará como foi uma das apresentações que ocorreu em São Paulo, no Espaço das Américas, no dia 11 de novembro, com configuração da casa sendo na forma de teatro (sentados).

O Espaço das Américas estava repleto de fãs. Circulando pela casa encontramos alguns amigos, colegas de imprensa e nos sentamos para aguardar o show. Pontualmente ás 22h, uma introdução de primeira linha intitulada de “Mars, the Bringer of War” de Gustav Holst, da lugar a clássica e enérgica “Highway Star” que foi como um soco na cara dos fãs e mal esperavam que a próxima faixa seria “Into the Fire” do aclamado álbum “In Rock” lançado em 1970.

Fotos por: MROSSI // © Todos os Direitos Reservados.

Fotos por: MROSSI // © Todos os Direitos Reservados.

Mesmo com os carismáticos músicos estando numa idade que outros chamariam isso de “para descanso” era notável ver Ian Paice (Bateria), Roger Clover (baixo), Ian Gillan (vocal), Steve Morse (guitarra) e Don Airey (teclado) que está substituindo muito bem o mestre Jon Lord após seu falecimento em meados de 2012, dando o melhor de cada um.

Fotos por: MROSSI // © Todos os Direitos Reservados.

Fotos por: MROSSI // © Todos os Direitos Reservados.

Os riffs de “Hard Lovin’ Man” ecoaram em seguida, junto do coro de “Strange Kind of Woman“, o teclado estilo filmes de terror dos anos 80 em “Vincent Price” uma canção atual de “Now What?!“, dando sequência a uma nostálgica com “Contact Lost“, voltando para os anos atuais a temperamental “Uncommon Man” também de “Now What?!“, “The Mule“, “Lazy” e o single mais recente “Hell To Pay” dão sequências até que chega um solo de teclado bem interessante de Don Airey que tanto me pegou de surpresa como os fãs presentes ao emendar com o que considero como hino a “Perfect Strangers” que interligou com “Space Truckin” e fechando a primeira parte do show o riff mais conhecido do mundo a cada 9 entre 10 fãs de Classic Rock: Quem ai chutou “Smoke On The Water“?

Fotos por: MROSSI // © Todos os Direitos Reservados.

Fotos por: MROSSI // © Todos os Direitos Reservados.

O encore ficou por conta de um cover chamado “Green Onions” do Booker T. & MG’s, ligando com a pegajosa “Hush” de Billy Joe Royal, um solo de baixo e a eletrizante “Black Night” para fechar a noite calorosa.

Assistir um show do Purple é como dar uma volta no tempo, ver canções que você sonhava ouvindo-as sendo executadas simplesmente na sua frente anos depois é sensacional.

Fotos por: MROSSI // © Todos os Direitos Reservados.

Fotos por: MROSSI // © Todos os Direitos Reservados.

Setlist // Deep Purple // Espaço das Américas, SP –  11/11/2014

  1. Highway Star
  2. Into the Fire
  3. Hard Lovin’ Man
  4. Strange Kind of Woman
  5. Vincent Price
  6. Contact Lost
  7. Uncommon Man
  8. The Well-Dressed Guitar
  9. The Mule
  10. Lazy
  11. Hell to Pay
  12. Keyboard Solo
  13. Perfect Strangers
  14. Space Truckin’
  15. Smoke on the Water
  16. Green Onions
  17. Hush
  18. Bass Solo
  19. Black Night

Resenha Por: Victor Santos
Fotos Por: MROSSI
Agradecimento pelo credenciamento: MIDIORAMA

Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos