Dave Bickler: ex-Survivor toca em fevereiro no Manifesto Bar

O vocalista americano Dave Bickler, que integrou o SURVIVOR de 1978 a 1983, estará pela primeira vez no Brasil em fevereiro e se apresentará no Manifesto Bar (SP) no dia 9 (domingo), a partir das 18h. Bickler é a voz da clássica “Eye of the Tiger”, faixa-título do terceiro disco do grupo americano e que fez parte da trilha do filme “Rocky III” e permaneceu por seis semanas no topo das paradas da Billboard.

Além disso, se tornou quase obrigatória em trilhas de boxe e artes marciais – o ex-boxeador britânico Frank Bruno gravou uma versão para ela em 1995. “Eye of the Tiger”, composta por Frankie Sullivan e Jim Peterik também conquistou um Grammy de “Melhor Performance de Rock” e foi trilha de outro filme, de mesmo nome (“Inimigo Mortal”, título no Brasil), dirigido por Richard C. Sarafian e lançado em 1986.

Porém, a voz de Bickler não se resume apenas a “Eye of the Tiger”. Com ele, o SURVIVOR gravou outras pérolas, como “American Heartbeat”, “Somewhere In America”, “Rebel Girl”, “Poor Man’s Son”, “Summer Nights”, “The One That Really Matters”, “Caught In The Game” e “Ever Since the World Began”. Bickler também gravou trilhas de comerciais para rádio e TV, como um para a Bud Light. Em 2018, ele lançou o seu primeiro disco solo, “Darklight”.

Serviço – Dave Bickler em São Paulo:
Data: 9 de fevereiro (domingo)
Abertura da casa: 18h
Local: Manifesto Bar
Endereço: Rua Iguatemi, 36, Itaim Bibi
Ingressos a partir de R$ 100
Venda online em https://ticketbrasil.com.br/show/7463-davebickler-saopaulo-sp/
Fone: (11) 2574-5256 | WhatsApp (11) 94747-5883
Cartões: Visa, Mastercard, Elo, American Express e Dinners
Débito: Visa Electron, Maestro, Rede Shop
Censura: 16 anos
Acesso a deficientes / ar condicionado
Wi-fi: a casa possui acesso a internet sem fio
Serviço de Vallet: R$20
E-mail: info@manifestobar.com.br
Site: www.manifestobar.com.br

Fonte: ASE Music

Leca Suzuki
Avatar

Leca Suzuki

Bacharel em Rádio/ TV. Amante da fotografia e da boa música. "A música é o verbo do futuro." (Victor Hugo)