Classiqueira: Um furacão chamado Sex Pistols

sex-pistols

Uma banda que surgiu de repente como um furacão destruindo tudo por onde passava. Essa é uma boa definição para o Sex Pistols. O projeto Classiqueira embarca agora no universo punk e vai relembrar com você a origem desse importante grupo do cenário punk mundial.

Texto Sarah Ferrer

Revisão Paula Alecio

Sem dúvida um percursor do movimento punk na década de 70, o Sex Pistols nasceu para balançar a estruturas do Reino Unido. Formada em 1975 originalmente pelo vocalista Jhonny Rotten, o guitarrista Steve Jones, o baterista Paul Cook, e o baixista Glen Matlock, que foi substituído por Sid Viciouso baixista que não sabia tocar – segundo algumas fontes – no início de 1977, e também o integrante de mais notoriedade na banda, por suas atitudes no palco e fora dele.

O primeiro show do grupo aconteceu em 6 de novembro de 1975, e foi um verdadeiro fiasco, devido à notável falta de ensaios e preparação dos integrantes. Empresariados por Malcolm McLaren, conseguiram contrato com a Virgin Records e lançaram oficialmente 4 singles e apenas um álbum de estúdio “Never Mind The Bollocks, Here’s The Sex Pistols” que contém uma das músicas mais emblemáticas e polêmicas da curta carreira: “God Save The Queen”, que atacava diretamente o conformismo social da sociedade britânica na época e sua total submissão à coroa. “Anarchy in The U.K.” um dos primeiros singles gravados, também foi incluído neste disco.

Sempre contra o regime político do país, falando palavrões em rede nacional – o que na época era uma afronta – não era difícil eles não estarem sob os holofotes e virarem fácil manchetes de jornais. Literalmente, a banda era sinônimo de confusão por onde passava.

Em janeiro de 1978, Rotten abandonou o grupo após o fim de uma turbulenta turnê pelos Estados Unidos, aproveitando para anunciar o fim da banda. Ao longo dos meses seguintes, os três outros integrantes gravaram músicas para uma versão cinematográfica da história da banda, a “The Great Rock ‘n’ Roll Swindle”.

images

Em fevereiro de 1979 Sid Vicious morreu de overdose de heroína. E em 1996 Rotten, Jones, Cook e Matlock reuniram-se para a Filthy Lucre Tour e, desde 2002, reunem-se esporadicamente para algumas turnês e concertos.

A banda foi indicada para o Hall da Fama do Rock and Roll, em 24 de fevereiro de 2006,  — os quatro membros originais e Vicious —, porém recusaram-se a comparecer à cerimônia.

images-1

Atualmente com 60 anos, John Lydon – mais conhecido como Johnny Rotten ressurgiu no cenário musical com sua autobiografia e o lançamento de um disco novo com sua banda Public Image ltd.

john-lyndon-anger-is-an-energy

A trajetória da banda foi curta: apenas dois anos e meio de estrada, mas suficiente para deixar sua marca na história, considerados hoje um dos grupos mais influentes de todos os tempos.