Cinco Filmes que você tem que ver #1

Os Melhores Filmes sobre Rock N’ Roll Selecionamos uma lista com diversos títulos que abordam esse tema mas não colocamos numa ordem de melhor para pior é uma mera lista deste interlocutor, uma lista de recomendações de filmes que você tem que ver!

O estilo musical do rock and roll surgiu ou antecede a década de 1940, nos Estados Unidos, inspirado em outros estilos como country, R&B e blues. Portanto, o surgimento dessa manifestação cultural esteve inserida em um período tortuoso de guerra.

Ao passar do tempo, o rock se espalhou pelo mundo e criou diversas vertentes, como o estilo teen, inspirado pela banda The Beatles e outras da sua época.

Além disso, alternativas mais agressivas surgiram também e fizeram parte do perfil de pessoas que estavam em busca da liberdade individual.  E Hollywood logo se e assim como roteiristas e produtores que retratar, ou contar histórias relacionadas ao Rock ou a música em geral, como biografias, musicais, ficção era algo que as pessoas estavam dispostas a pagarem pra ver.

Eu amo Cinema e Amo música e quando temos uma junção das duas coisas é amor em dobro!

Então ai vai segue a lista

1-Os Piratas do Rock (2009)

Escrito e dirigido pelo britânico Richard Curtis (Quatro Casamentos e um Funeral e Simplesmente Amor), o longa retrata um período real da história recente da Inglaterra, levemente alterada.

Na trama, DJs têm sua base num navio, que transmite música em uma rádio pirata – o governo havia proibido a música rock, considerada subversiva na década de 1960.  Uma história de amor entre jovens nasce em meio a este cenário.  Philip Seymour Hoffman e Bill Nighy encabeçam o elenco nas peles de dois dos DJs muito loucos da rádio.

2-Detroit, a Cidade do Rock (1999)

Na trama, um grupo de adolescentes rebeldes, em pleno ano de 1978, tenta de todas as formas conseguir entrar no show de sua banda favorita, o Kiss.  É claro que Gene Simmons, Paul Stanley e companhia participam interpretando a si mesmos. Mas o filme é protagonizado por Edward Furlong (O Exterminador do Futuro e traz Natasha Lyonne, Melanie Lynskey, Lin Shaye e Emmanuelle Chriqui no elenco.

3-“Sid & Nancy – O Amor Mata” – 1986

A cinebiografia do trágico casal do punk inglês dirigida por Alex Cox é daquelas que dividiu críticos, público e testemunhas oculares do período.  Ainda assim o filme merece ser visto graças à performance de Gary Oldman no papel de Sid Vicous, o segundo baixista dos Sex Pistols e um dos rostos símbolo do punk inglês, e também por uma participação de uma então desconhecida Courtney Love.

Como é comum nesse tipo de biografia, o começo tende a ser mais empolgante ao mostrar a excitação trazida pelo movimento punk e todo o clima de novidade.  A segunda metade, com o casal cada vez mais afundado nas drogas que os levará ao previsível, e chocante, final é mais difícil de se assistir.

4-“Escola do Rock” – 2003

Saber que o rock tem futuro é algo anima a todos os ouvintes do gênero, e é nisso que a “Escola do Rock” aposta e faz muito bem. O longa nos apresenta ao guitarrista Dewey Finn (Jack Back), que ao ser expulso de sua banda e ver sua conta bancária vazia, se passa pelo seu amigo de quarto e começa a dar aulas como professor de música substituto em uma escola de elite.

Mesmo sem experiência no cargo, Finn percebe que alguns de seus alunos têm talento e forma um banda com os estudantes, ainda buscando o seu sonho de se tornar uma estrela do rock. Sem perder o ar divertido, o filme vem recheado de cenas bem legais das crianças sendo cativadas pela música, em especial, pelo rock n’ roll, além de algumas lições de moral envolvendo o gênero. Jack Black, inclusive, chegou a ser indicado ao Globo de Ouro, na categoria de “Melhor Ator em Comédia ou Musical”.

5-“Some Kind Of Monster” – 2004

Em forma de documentário, “Some Kind Of Monster” apresenta os bastidores da trajetória do Metallica a partir de 2001 até meados de 2003, com o lançamento do álbum “St. Anger”.

(Uma Bosta é que muita gente fala e você o que acha sobre isso???) deixe sua opinião nos comentários.

O filme tinha a intenção de ser apenas um making off do disco, mas acabou por revelar todos os meandros de uma grande banda de rock, especialmente uma vivendo um período de imensa crise.

Uma das cenas mais comentadas do filme, mostra, por exemplo, o ressentimento do frontman do Megadeth, Dave Mustaine, por ter sido demitido do grupo em 1982 pelo seu problema com álcool.

Alguns fãs podem ter reclamado de ver os seus ídolos tão expostos, mas não se nega a coragem da banda de ter aceitado mostrar esse seu lado, que a maioria das bandas preferiria esconder, para o grande público.

 

 

 

 

Avatar
Nós da Rede
Avatar

Anderson Severo

Atua como baixista das bandas: Capa Preta Rock, Exclusão Social e Ligante Anfetamínico. Fundou o Selo Sub_Discos. Gerente do Estúdio Ophicina Sonora.