Chakal @ Sesc Belenzinho – São Paulo/SP (27/10/2017)

Formado por Marcelo Laranja (vocal e baixo), Mark (guitarra), Andrevil (guitarra) e Guilherme Wiz (bateria), o CHAKAL mostrou como se faz um show de thrash metal de qualidade em São Paulo. Voltaram a realizar shows e botaram para quebrar em cima do palco do Sesc Belenzinho. Dessa vez, um repertório bem selecionado com excelentes composições que varia entre as clássicas e as mais recentes da banda.

O que encontramos nesse show foi um metal de qualidade furioso e extremamente apreciável aos fãs da música extrema. Músicas pesadas, rápidas, energéticas e potentes, é o que caracteriza a sonoridade feita pela banda. Já devo até falar dos integrantes. Cada membro com seus talentos bem chamativos e cativantes o tempo todo. O vocalista e baixista Marcelo Laranja, que inclusive, ele acaba de retornar para a banda, mandou seus potentes vocais e foi bem preciso no baixo. E soube interagir bem com a galera. Os guitarristas Mark e Andrevil, mostraram-se eficientes com seus riffs e solos bem frenéticos. Destaque para o Andrevil, que fez ótimos vocais de apoio em certas músicas. E o baterista Guilherme Wiz que simplesmente, detonou com suas ótimas harmonias pesadas e aceleradas o tempo todo.

Iniciando a apresentação com a furiosa “War Drums” e a potente “Hangover”, o CHAKAL veio para São Paulo e destruir tudo em cima do palco. Excelentes composições que souberam muito bem iniciar um show digno de thrash metal. Depois de alguns agradecimentos do Laranja, ele mesmo disse, “vamos botar fogo nessa p****”, se dirigiu ao guitarrista Mark que começou a incendiar com seu riff energético e fazer as honras com “May Not The Mankind Suffer”, outra composição para quebrar tudo e mostrar que a banda, depois de um tempo sem tocar, voltou com tudo e mostrando seus incríveis talentos que possuem.

“You go to the church, você sabe o que eu quero dizer. Você vai a igreja ? E você ? E você ? Vão mas não vão em vão.” Isso foi o que o Laranja falou, se referindo a próxima música que executariam na sequência, “In Vain”. Como eu já tinha falado e volto a repetir, é impressionante a sonoridade e o talento que a banda nos apresenta. Seja pelas suas ótimas músicas executadas, pela sonoridade intensa que a banda possui, pelos integrantes bem empenhados, enfim, tudo estava sob controle e nos apreciando com um excelente som executado. “O que você faria se encontrasse com um zumbi ? Desligaria a TV ? Sairia correndo ? Ou dava um tiro ?”. Foi que falou o Marcelo ao executar “Headhsooting for Dummies”, repleto de ótimos solos, ótimos riffs e os vocais cada vez mais potentes. Vale destacar na banda também, as suas ótimas harmonias e melodias pesadas que contêm.

Depois de sons mecânicos de lobos uivando, a banda vez um breve aquecimento com bons solos de guitarra e para variar, uma harmonia pesada na bateria e logo em seguida, tocarem “Silence N’ Peace” e a acelerada “Acme Dead End Road”, possuindo seus ótimos riffs que nos cativa a cada instante. “Morlocks Will Rise!” com seus refrões e backing vocals poderosos, “Santa Claus Has Got Skin Cancer”, “Children Of The Cemetery” foram as próximas. Chegando para o final do show, a instrumental “Nyctophilia”, veio em seguida, possuindo melodias na guitarra bem compostas e empolgantes. E para encerrar a apresentação, executaram “Jason Lives”, música em homenagem ao personagem fictício Jason Voorhees, serial killer da série de filmes de terror Sexta-Feira 13. Talvez uma das melhores músicas tocadas na noite, possuindo excelentes harmonias pesadas na bateria, vocais potentes e agressivos e ótimos riffs e solos de guitarra realizados.

CHAKAL, em aproximadamente, uma hora e dez minutos de apresentação, soube agradar os fãs da melhor forma com suas perfeitas execuções vindas de um excelente repertório bem executado. Continuando na ativa e com suas ótimas performances em palco, a banda foi muito representativa ao que nos apresentaram e mostrando que o metal nacional está cada vez mais forte e muito bem representado.

Setlist:

1. War Drums
2. Hangover
3. May Not The Mankind Suffer
4. In Vain
5. Headhsooting for Dummies
6. Silence N’ Peace
7. Acme Dead End Road
8. Morlocks Will Rise!
9. Santa Claus Has Got Skin Cancer
10. Children Of The Cemetery
11. Nyctophilia
12. Jason Lives

Line-up:

Marcelo Laranja – Vocal e Baixo
Mark – Guitarra
Andrevil – Guitarra
Guilherme Wiz – Bateria

Fotos: Leandro Almeida

Giancarlo Rossi

Giancarlo Rossi

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Cursando Rádio e TV. Escuta todas as vertentes do Rock e do Metal. E Adora Cinema.
Giancarlo Rossi

Giancarlo Rossi

Cursando Rádio e TV. Escuta todas as vertentes do Rock e do Metal. E Adora Cinema.