Capital Inicial: a cada show, energia dos integrantes só aumenta!

O Capital Inicial sempre nos impressionam com a qualidade de suas músicas tanto as novas como as clássicas. A energia dos quarentões que parecem ter atualmente 20 anos faz com que a multidão de fãs os adorem ainda mais em qualquer lugar que eles passem seja na maior metrópole do país ou em uma simples cidade do interior.

O show com transmissão ao vivo para todo o país começou pontualmente as 22h15 com três músicas seguidas antes da primeira fala de Dinho sendo elas “Respirar Você”, “Quatro Vezes Você” e durante a “Independência” a galera canta já em coro mostrando toda a energia de uma noite “frienta”, que dentro do Citibank Hall de São Paulo parecia estar com uma temperatura de 30 graus.

A quarta música já foi de cara com o novo EP “Viva a Revolução. Dinho comenta que querendo ou não, essa música retrata muito bem o que aconteceu nas manifestações do começo do ano, aquelas que pararam o país inteiro, antes da copa do mundo e sobre as taxas dos ônibus.

Capital Inicial - Citibank Hall, São Paulo/SP (30/08/2014) - Foto por: Joandra Couto

Capital Inicial – Citibank Hall, São Paulo/SP (30/08/2014) – Foto por: Joandra Couto

As músicas seguintes, ficando por conta de: “Depois da meia-noite”, “Eu nunca disse adeus” a “Tarde demais”, e com uma bela introdução de baixo do mestre Flávio Lemos chama a oitava música da noite “Como se sente” que já interliga automaticamente com uma faixa do disco anterior “Saturno” chamado “O Bem, O Mal e o Indiferente” e uma surpresa agradável, Dinho Ouro Preto salta repentinamente para a multidão que se encontrava na pista, dando ordem constantemente para que o público o levassem até o fundo da plateia e que o devolvessem são e salvo ao palco.

A próxima música “O Cristo Redentor” contou com um ‘Lyric vídeo’ de fundo para a galera ajudar a cantar em alto e bom som. Após uma dobradinha fenomenal ficando por conta de “Algum Dia” e “Melhor do que Ontem“, “Olhos Vermelhos” é chamada com a ‘desculpa’ de que como há muito tempo eles não tocam ela ao vivo, nessa noite mais que especial abriram uma exceção.

Capital Inicial - Citibank Hall, São Paulo/SP (30/08/2014) - Foto por: Joandra Couto

Capital Inicial – Citibank Hall, São Paulo/SP (30/08/2014) – Foto por: Joandra Couto

Uma trinca de faixas fez homenagem dessa vez ao aborto elétrico que ficou com a clássica “Veraneio Vascaína”, a agitada “Geração Coca-Cola” e antes de soltar à derradeira “Que país é esse?” Dinho comenta sua insatisfação com os candidatos a presidência de 2014.

Fátima” vem a seguir junto com um cover que eles tocam em todo show, “Mulher de Fases” do Raimundos, que já seguia com “Natasha”, vindo após 22 agitadas músicas no total de (25), um tom de cansado dos músicos, o bis mais relaxado que trouxe mais clássicos e nem tão clássicos assim, sendo eles “O Lado Escuro da Lua“, “Fogo“, “Não Olhe pra Trás” e encerrando com um cover de Kiko ZambianchiPrimeiros Erros“.

Capital Inicial:Melhor Do Que Ontem” (vídeo clipe oficial)

Setlist: Capital Inicial – Citibank Hall, São Paulo/SP (30/08/2014)

  1. Respirar você
  2. Quatro vezes você
  3. Independência
  4. Viva a revolução
  5. Depois da meia noite
  6. Eu nunca disse adeus
  7. Tarde demais
  8. Como se sente
  9. O bem, o mal e o indiferente
  10. O Cristo Redentor
  11. Algum dia
  12. Melhor do que ontem
  13. Olhos vermelhos
  14. Música urbana
  15. Veraneio vascaína
  16. Geração Coca-Cola (Legião Urbana cover)
  17. Que país é esse? (Legião Urbana cover)
  18. Fátima
  19. Mulher de fases (Raimundos cover)
  20. Natasha
  21. A sua maneira
  22. O lado escuro da lua
  23. Fogo
  24. Não olhe pra trás
  25. Primeiros erros
  • Resenha: Victor Santos // Fotos cedidas por: Joandra Couto
  • Credenciamento: T4F
Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos