Bruto: Resenha do CD “Mundo Destruído” – 2011

Image front

Bacana! O nome da banda já diz tudo: “BRUTO!”, com uma pegada bem enérgica e independente a banda seguiu à risca o som com letras em português e detonaram com isso.

Com o primeiro debut lançado “Mundo Destruído”, um trabalho de puro profissionalismo e o resultado precisava ser maravilhoso. E foram isso que conseguiram. Pouco mais de trinta minutos de porrada na orelha você consegue sentir ali grooves, melodias que se encaixaram de uma forma sensacional e um arranjo simples que você headbanger que adora um bom barulho com certeza vai se identificar.

Duas coisas que merecem destaque primordial no CD, são o vídeo-clipe da própria faixa título e a capa, o que faz passar à devida mensagem que a banda quer passar em suas letras e melodias.

A banda deve ter ganhado uma experiência incrível após ter tocado em diversos shows e festivais pelo Brasil. Citando exemplos de “Tattoo Rock Fest” e “Bananada” ambos em Goiânia e participando por dois anos no festival “Porão do Rock” em Brasília. Espero que os integrantes se dediquem cada dia mais e se aperfeiçoem até num ponto em que tocar seus instrumentos sejam como jogar xadrez de olhos fechados. Nota: 8,5

por: Victor Santos

Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos