Bizpo do Rozário Apresenta Novo Baterista e anuncia parceria Com Sub_Discos

A banda de Garage Rock BIZPO DO ROZÁRIO foi formada em 2003 no interior do Rio Grande do Sul, na cidade Santa Maria – Brasil.

Após um hiato de 10 anos, a banda volta com este material poderoso denominado DEUS É HELL.

O material é inédito e todo feito de forma caseira. Atualmente a banda está radicada em Caxias do Sul RS.

BIZPO DO ROZÁRIO POESIA ELÉTRICA PERFORMANCE ENERGIA TEXTURA SONORA

Johnathan (John’s Dag) é o mais novo integrante da Bizpo do Rozário. Sem deixar dúvidas no seu processo de audição, Johnathan foi convidado oficialmente para substituir o baterista Fabiano (Buda) quem o indicou para tocar com a Bizpo Fabiano e Johnathan participam da Desgracera HC.

O Último trabalho da Bizpo do Rosário foi bastante experimental onde todas as Músicas do Álbum Deus é Hell foram gravadas por baterias eletrônicas via programas de computador e assim também foram as apresentações no ano 2019 o baterista era um notebook.

Em entrevista a Sub_Discos John’s Dag disse que se identificou com a sonoridade da banda desde o primeiro momento que ouviu.

“Tocar com um baterista do nível técnico e criativo do Johnathan é um privilégio. Ele é um cara que transita com maestria do Metal ao Tradicionalista, sem nunca perder a elegância do seu fraseado.  Isso traz uma sinergia e uma nova dinâmica para o que vem por aí. ” Diz Rodrigo Cristo (Baixo e Vocal).

“Já tinha o visto tocando por inúmeras vezes e a cada nova oportunidade, a certeza de que tinha um músico notável atrás da bateria…

A entrada do Martin para a banda adiciona mais combustível ao time, e um grande novo parque de diversão musical a ser explorado com a nova formação na carreira do Bizpo do Rozário. ” Diz Antero Duarte (Guitarra e Vocal).

A Bizpo que em 2019 encerrou o ano como Duo entra 2020 arregaçando e agora é um trio que promete para 2020.

Mas as novidades não param por ai!

A banda Bizpo do Rozário a caba de fechar parceria com o selo musical, Sub_Discos.  A Sub será responsável pela distribuição digital dos próximos lançamentos musicais do grupo, e relançamento de toda a discografia da banda, que estará disponível em todas as plataformas Digitais.

Começando por SUPERFREUD (2003/2004) e consecutivamente:

“VERDADES EFÊMRAS de 2004, BOUDELÉRIUM (2005), A VIDA É UM CARROSSEL (2009), Deus é HELL (2019) e o próximo trabalho que já está em desenvolvimento será gravado no Estúdio Ophicina Sonora e Mixado e Masterizado Pela própria banda que cuida da sua própria sonoridade a muito tempo. E isso o torna tão distinta do convencional padronizado para um mercado fonográfico que impõe regras e limitações a criatividade de produtores e artistas do mercado convencional. ”

Enquanto vocês estiverem lendo essa matéria nós estaremos subindo o primeiro álbum e talvez quando tiver terminado de ler já pode ir as plataformas de Streaming ouvir a nossa previsão de liberar os links é até metade de março, mais tardar final de março. ” Diz Anderson Severo (Tchaina), responsável pelo projeto.

Com artistas dos mais variados estilos musicais, como Irmandade (Reggae), Exclusão Social (Punk), Capa Preta Rock, Gato Vodu (Hard Rock), Desgracera HC (Hardcore) e tantos outros que passam pela casa, a Sub atua com todos os serviços que são necessários para uma carreira musical sólida, desde produção musical, distribuição digital, passando por planejamento, design, até produção audiovisual e divulgação.

Já a Bizpo do Rozário está na estrada desde 2003 e vem angariando seguidores para o seu culto por onde passa. Com shows viscerais que unem diversos gêneros e subgêneros do rock e conceitos estéticos do Rock Garage, Industrial, a banda traz em suas canções paralelos entre o horror e terror do cinema e da literatura, misturados com experiências pessoais da vida dos vocalistas Rodrigo Cristo e Antero Duarte.

Enquanto você aguarda as próximas novidades ouça Agora Deus é Hell: a produção mais recente da Bizpo.

Avatar
Nós da Rede
Avatar

Anderson Severo

Comecei a ouvir Rock N' Roll desde minhas primeiras lembranças conscientes, desde muito cedo. Isso deve ter sido lá por 1985. Começando de cara pela minha primeira lembrança Sonora e Estética é foi e sempre será Raul Seixa, claro que com o amadurecimento e expansão da consciência, as novas lembranças são Ramones, LED Zepellin, The Doors; Conheci também já pré adolescente AC/DC, Legião Urbana, Rolling Stones e Creedence. Ainda adolescente conheci pessoas atuantes na cena local, fui trabalhar como roadie de uma banda chamada orgasmo. Até que quis montar minha própria banda. No decorrer da caminhada passei por projetos como: 2000 - Resistência Aflita 2004 - Kaos Eminente 2006 - Estado Crítico 2014 - Insulto Verbal 2015 - Atualmente faço parte dos Projetos Capa Preta e Exclusão Social. Atuo promovendo eventos, lançando e distribuindo fonogramas, divulgando bandas eventos. Sou Adepto a filosofia Punk e ouço muito Hard Core, Cólera, Ratos de Porão entre outras.