Anthrax: “Nesta turnê estamos tocando duas músicas do nosso novo álbum, e digo que estamos tocando elas com o pico de nossas energias (as mais altas) da noite”, diz Frank

anthrax-iron-maiden-tour-2016-ed-force-one

anthrax-iron-maiden-tour-2016-ed-force-oneA fã page Anthrax Brazilian Army com apoio do Imprensa do Rock realizaram uma entrevista exclusiva e imperdível com os integrantes Scott Ian e Frank Bello onde os mesmos comentaram sobre sensação de estar em turnê com o Iron Maiden, incidente com o Ed Force One no Chile e muito mais. Confira abaixo.

Entrevista por: Vinicius Starteri
Entrevistados: Scott Ian e Frank Bello
Agradecimentos especiais: Nuclear Blast e The Ultimate Music

Primeiramente gostaríamos de agradece-los por nos receber e realizar esta entrevista, gostaríamos de saber quais são as expectativas de vocês para os shows no Brasil e se vocês irão fazer algo em especial para estas apresentações?

Scott Ian: Não sei o que poderia considerar especial.

Vinícius: Alguma música?

Scott Ian: Nós acordamos e pensamos apenas em fazer o show. Nós nunca tocamos aqui anteriormente em Belo Horizonte, e acho que isso faz ser algo especial o suficiente.Qualquer música que executaremos nesta noite, será a sensação de primeira música para Belo Horizonte. E não, iremos fazer os shows igual estamos fazendo nas últimas duas ou três semanas nesta turnê como convidado do Iron Maiden, este é o plano.

Ah completando, é bem excitante estar em um lugar pela primeira vez.

Frank Bello: Primeiramente, todos esses lugares no Brasil serão especial para nós, porque você sabe aqui a platéia é bem especial. Sempre tentamos trazer algo diferente para os shows/turnês, algumas pessoas querem escutar música X ou Y, mas sempre buscamos alegrar todos ao máximo. Algumas pessoas por exemplo pedem “Caught In A Mosh” e acabamos trocando por uma outra e ai nos perguntam: Como vocês não puderam tocar “Caught In A Mosh”? Então procuramos mesclar bem as músicas pra fazer todo mundo feliz, e também nos fazer satisfeitos com a apresentação.

Temos apenas 55 minutos como convidados dessa turnê, então fica bem dificil selecionar o que podemos tocar para o nosso público, não há como selecionar todos os clássicos em um setlist reduzido.

Vinícius: Com esse tempo vocês estão tocando entre 8 e 9 músicas, correto?

Frank Bello: Sim, é isso que temos para agora. Então fica dificil selecionar, ainda mais que estamos com novo álbum, então você fica confuso *risos*.

A nossa ideia é fazer todos se divertirem e verem um bom show, e sentir essa ótima energia juntos, acho que isso é o mais importante e é isso que queremos passar. Mas relaxa que procuraremos alegrar todo mundo aqui *risos*

Sabemos que alguns de vocês são bem aficionados com as questões de artes e também com esportes. Vocês conhecem algo em especial relacionado com o Brasil? Algum time ou Alguma figura importante?

Scott Ian: Não…

Eu conheço alguns jogadores bem renomados, porém o futebol em si que é a paixão de vocês não é um esporte popular nos Estados Unidos.

Vinícius: Algo relacionado a outros esportes? Pois temos jogadores no Baseball e também no Basketball? Yan Gomes da MLB ou Leandro Barbosa jogador da NBA…

Scott Ian: Nem mesmo basquete eu acompanho. Apenas baseball…

Frank Bello: Conhecemos algumas coisas sobre esportes, mas não há fundo para dar uma opinião sólida sobre isso. Temos vários amigos que adoram futebol, mas nos Estados Unidos temos alguns esportes que temos mais relação do que aqui.

Eu gosto de acompanhar algumas coisas, porém a coisa que eu realmente amo e me dedico é a música, sabe? Eu realmente respeito os aficionados por qualquer tipo de esporte, entendo essa paixão e a felicidade que trás até porque amo pessoas que transmitem essa paixão pela arte, e vejo que essa conexão melhora o humor de todos.

Isso é igual a música, quando você sente e transmite essa paixão, não há nada melhor que essa sensação.

Vinícius: Obviamente, seu foco é a música…

Frank Bello: Sim, eu tento focar nessa mesmo tipo de sentimento em fazer minhas músicas, me aproximar mais do meu instrumento e fazer algo que transmita essa tipo de felicidade para as pessoas. Eu posso dizer que cresci jogando Baseball, mas minha verdadeira paixão e o que sempre me dediquei foi a música, música é o que está no meu coração.

Agora voltando ao assunto principal que são vocês, recentemente vocês lançaram o álbum “For All Kings” que está sendo bem aclamado por todos, quais são as suas expectativas para esta turnê em específico e sobre este álbum?

Scott Ian: Eu realmente não sei se tenho alguma espectativa. Apenas fazemos o nosso trabalho, não posso dizer que temos algum plano ou uma meta, apenas fazemos o álbum da melhor maneira que podemos, gravamos e depois caimos na estrada e sempre tentamos fazer algo que soe bem ao vivo. A única espectativa que posso dizer é que tentamos sempre melhorar e ser uma excelente banda ao vivo em cada show que fazemos, esta é a coisa mais importante a ser feita em vista que o álbum já foi feito.

Analisamos sempre nossas apresentações e falhas, e sempre tentamos nos aprimorar a cada show que fazemos, e é isso que estamos fazendo nos últimos dois anos *risos*
Eu não gosto de criar expectativas, gosto de atitude, subir e fazer o que sabemos fazer e precisamos estar preparados para turnê pois são centenas de shows e foram muitos nesses dois anos seguidos. O bom é que nesta turnê nos sentimos sempre bem quando temos que executar músicas novas.

Frank Bello: Bem, acho que isso vai ser bem louco. Primeiramente, tenho que agradecer a todos pelo ao redor do mundo pelos ótimos reviews que estamos tendo, nossas músicas estão bem destacadas ao redor do mundo nos “TOP 10” como Billboard, tivemos recentemente em oitavo nas paradas inglesas. E vemos que a cada novo trabalho, conectamos mais pessoas e ficamos felizes pela música conectar as pessoas, acho que essa é a maior importância para todos nós.

Estamos conectando mais pessoas a nós e a outras pessoas que gostam do som, e isso para nós é gratificante, alguns disseram que em 30 anos fizemos o melhor álbum e outros dizendo que esse é o nosso melhor álbum. Eu nem sei o que dizer, fico realmente feliz por falarem tantas coisas boas a respeito do nosso trabalho.

Posso completar mais algumas coisas?

Vinícius: Claro, sinta-se a vontade.

Frank Bello: Procuramos sempre dar nosso melhor e fazer o melhor para que aquele álbum saia bom para nós e para nossos fãs, porque estes fãs, são apaixonados por música. E honestamente, se conseguimos tocar nossos fãs, outros poderão escutar e também ter este mesmo sentimento, e posso te dizer, muitos se aproximam até nós para dizer que nós os inspiramos ou fez a vida melhorar por escutar os sons, e vemos que isso funcionou nestes 30 e poucos anos tocando, não sei nem o que falar e fico lisonjeado com todos e só tenho novamente a agradecer a todos vocês que fazem parte disso.

Sempre que for fazer algo, tente dar o seu melhor, seja honesto consigo mesmo e com quem você irá tocar. Procuramos isso no último álbum e é isso que transmitiremos nesse turnê, você virá ao nosso show esta noite?

Vinícius: Mas é claro!

Frank Bello: Nesta turnê estamos tocando duas músicas do nosso novo álbum, e digo que estamos tocando ela com o pico de nossas energias (as mais altas) da noite. E acho que todos vão curtir de escutar elas ao vivo, eu me sinto realmente bem tocando elas.

Vinícius: Eu sinto essa alegria por você, pois sei quando um músico está se sentindo bem até porque também toco e esse sentimento é único.

Frank Bello: Sim, é um sentimento sincero. E tudo que podemos ser e fazer é ser honesto com o que queremos transmitir.

Se vocês pudessem descrever um pouco desta turnê com o Iron Maiden, o que vocês podem falar sobre voar no ED FORCE ONE e estar tocando junto com estes caras?

Scott Ian: É muito bom, acho que não há melhor maneira de fazer uma turnê dizendo a verdade (risos).

Nós amamos estar com o Iron Maiden, e poder tocar e estar com seus heróis, é muito gratificante. De vez em quando tocamos com eles, isso vem acontecendo desde 1988, e é sempre incrível poder estar com eles e tocar com eles. Bem e estar agora no avião deles, é simplesmente uma coisa surreal, e bem louco pra falar verdade, um vocalista que dirige um avião. Cara, isso parece um filme, um documentário, mas é real…

Sinceramente, isso é um sonho se tornando realidade, acho que a melhor palavra pra descrever isso é que é INCRÍVEL.

Frank Bello: Em uma palavra? Acho que só consigo descrever em um monte de palavras.

Vinícius: Sinta-se a vontade em dizer o que você quiser.

Frank Bello: Facilmente será a melhor turnê conjunta que fizemos, claro que fizemos excelentes turnês na nossa carreira, mas essa em especial com nossos amigos do Iron Maiden. Bem, eu sou um grande fã de Iron Maiden, o Steve Harris me influenciou muito em minha carreira quando eu tinha 15 anos de idade e depois me motivando a tocar no Anthrax.

Steve sempre foi uma excelente pessoa, na real todos são excelentes. E quando veio o convite para esta turnê, eles não precisariam nos convidar porque eles tem uma legião gigantesca de fãs, mas mesmo assim fizeram. E por tocar para o público gigantesco deles, só digo que é um grande presente que nos foi dado. Digo que esta turnê foi um presente a nós do Iron Maiden, e somos muito agradecidos por este presente.
É realmente esmagador ver a legião de fãs deles, é algo realmente esmagador!

Ah, e andamos um pouco no ED FORCE ONE, pois tivemos um acidente com ele.

Vinícius: Sim, eu vi o que aconteceu no Chile.

Frank Bello: É, já estão arrumando e creio que em breve estaremos embarcando nele de novo. E digo que isso é ótimo. E digo mais, tudo que vocês imaginam que é, é e ainda tem mais e você como fã delira, tipo: AHHHHH! e a primeira vez que vimos foi bem essa reação: AHHHHHHHHHHH (risos) !!!

Vinícius: Te entendo (risos)

Frank Bello: Mas isso é a honestidade de ser um fã, sabe, é muito bom.

Bem, aqui terminamos nossa entrevista, sendo assim, poderia mandar um recado para todos os seus fãs no Brasil e também para todos que apoiam o fã clube “Anthrax Brazilian Army”?

Scott Ian: Estamos muito felizes de estar aqui, 5 shows no Brasil com Iron Maiden, obviamente muitos de nossos fãs estarão no show. Creio que muitos que gostam do nosso trabalho são fãs de Iron Maiden. No show que fizemos no Rio, vimos muita gente cantando conosco e creio que a maioria ali estavam pra ver ambas as bandas. E particularmente, acho que é incrível tocarmos para um público gigante como do Iron Maiden, essas serão as vezes que teremos mais públicos aqui no Brasil, então é muito gratificante e excitante para nós.

Todos os fãs daqui são sempre EXCELENTES, e digo que sempre tocar para essas pessoas é sempre excitante. Assim como em Belo Horizonte, Brasília será nossa primeira passagem.

Vinícius: E Fortaleza? Vocês já tocaram lá antes?

Scott Ian: Sim, eu acho que tocamos na turnê de 2004 ou 2005.

Vinícius: Na turnê do “The Greater Of Two Evils”?

Scott Ian: Sim, creio que tocamos lá em meados de 2004 ou 2005. E digo, vão aos shows pois será excelente já que estamos incluindo as novas músicas. E se você ainda não escutou, comprou ou ouviu no Spotify, faça que tenho certeza que irão curtir bastante.

Vinícius: Mais uma vez obrigado, tenha ótimos shows.

Frank Bello: Para todos os fãs no Brasil e especialmente para todos nossos amigos da Anthrax Brazilian Army e seus seguidores, meu muito obrigado por serem nossa paixão, estarem sempre nos ajudando, acreditando em nós e divulgando tudo relacionado ao Anthrax. Tenho que agradecer profundamente do meu coração por isso, pois vocês são nosso “Street Team” e todos vocês são as razões de trabalharmos arduamente por material novo.

O pessoal da Anthrax Brazilian Army não tem o porquê fazer toda esta divulgação, mas mesmo assim o fazem, e amamos demais isso, só tenho que agradecer a cada um de vocês e esse é o mais sincero obrigado que posso dar.

Novamente sobre a música, por causa de todos vocês que nos dão este suporte, o melhor que podemos fazer e nos dedicar ao extremo em fazer nosso melhor. Vocês são a razão de vivermos, e é o que eu sempre digo: Mesmo você tendo um dia horrível, você escuta música e isso te alegra e faz você se sentir melhor. E essa é a ideia que queremos passar, fazer todos se sentirem bem e vamos nos dedicar cada vez mais para espalhar a música do Anthrax.

Fiquem tranquilos que voltaremos com uma turnê nossa para executarmos muitas coisas, muito obrigado também ao Iron Maiden pelo o que fizeram conosco agora pela América Latina e repito: OBRIGADO, OBRIGADO E OBRIGADO a todos os fãs que estão comparecendo nestes shows do Brasil. Voltaremos em breve!

Vinícius: Meu muitíssimo obrigado Frank, tenha uma ótima turnê.

Confira os últimos lançamentos do Anthrax e Iron Maiden abaixo e informamos que os ingressos para ambas as apresentações em São Paulo estão ESGOTADOS!

O Imprensa do Rock trará uma cobertura imperdível para os fãs que não puderem comparecer a estes shows históricos.

ironmaidensaopaulo2016

Victor Santos

Victor Santos

Editor-Chefe em Imprensa do Rock
Victor Santos é editor-chefe do Imprensa do Rock e Diretor Geral do Programa Unimetal. Desde 2011, vem trazendo conteúdo de qualidade para os amantes da música e do cinema.
Victor Santos